Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Defendida aplicação de políticas transversais para melhoria dos indicadores de saúde pública

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, defendeu nesta sexta-feira, em Luanda, uma política assertiva nos domínios do saneamento e da qualidade de vida dos cidadãos para melhorar os indicadores nacionais de saúde pública e reduzir as taxas de morbilidade e mortalidade no país.

Considera necessário olhar para os problemas de saúde numa visão multissectorial em que o saneamento do meio tenha um papel muito importante, assim como a melhoria do abastecimento de água potável, da educação ambiental e das condições de habitabilidade.

Sílvia Lutucuta falava à imprensa no final de III reunião da comissão nacional de luta contra a HIV/SIDA e controlo de endemias, orientada pelo Vice-presidente da República, Bornito de Sousa.

Atribui papel preponderante à comunicação social na educação e formação da sociedade, assim como a cooperação os parceiros.

A ministra da Saúde defendeu também um maior investimento na melhoria dos cuidados primários, dotando-os de recursos humanos e meios medicamentosos para tratar pelo menos 80 por cento dos problemas locais.

Valoriza campanhas de informação e sensibilização que levem a população a testar e conhecer o seu estado serológico, para melhorar a sua perspectiva de vida a curo, médio e longo prazo.

Em relação a tuberculose, disse assistir-se casos de resistência e considerou preocupante o quadro actual que regista uma mortalidade superior ou igual a 11 por cento, quando a OMS estabelece que devia ser de três por cento.

Já no que toca a tripanossomiases se registam problemas logísticos e financeiros, transversais em todos os sectores, que dificultam o verdadeiro diagnóstico em termos de morbi-mortalidade. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »