Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Comércio e investimento entre as prioridades da embaixadora americana

A dinamização do comércio e a massificação do investimento em Angola constam das principais prioridades da embaixadora americana acreditada em Angola, Nina Maria Fite.

A concretização deste desiderato vai começar com a realização de uma Conferência de Tecnologia Offshore, a decorrer de 30 de Abril a 3 de Maio próximo, em Houston (EUA), que vai contar com a participação de uma delegação de 25 funcionários do Governo angolano, executivos e empresários, com vista a criar oportunidades reais de negócios no país, de acordo com a embaixadora Nina Maria Fite.

Durante o evento, a diplomacia americana e a Câmara de Comércio dos Estados Unidos de América – Angola (USACC) vão organizar vários encontros de negócios e intercâmbio, visando o reforço da cooperação bilateral entre os dois países, garantiu a diplomata.

A embaixadora, que falava esta sexta-feira à imprensa, durante o acto do Clube de sexta-feira (1st Friday Club), um evento social dirigido à comunidade empresarial, adiantou igualmente a realização da Quarta Cimeira Anual de Investimento SelectUSA, a decorrer de 20 a 22 de Junho próximo, em Washington, para discutir oportunidades reais de investimento directo nos EUA.

“Trata-se da principal cimeira de investimentos estrangeiros directos, onde as delegações de investidores de mais de 25 países vão reunir para discutir oportunidades reais de investimento directo nos EUA. Se existir empresas angolanas interessadas a participar deste evento teremos todo prazer de recebe-las”, afirmou.

O evento, que se realiza há quatro anos, tem como objectivo conectar líderes empresariais globais com vários estados dos EUA e suas organizações de desenvolvimento económico, tendo atraído, até o final de 2016, investimentos avaliados em 3,7 triliões de dólares.

Melhoria do ambiente de negócios em Angola

Nina Maria Fite apontou a transparência financeira, o combate à lavagem de dinheiro e corrupção, bem como a implementação do compliance e uma consultoria eficiente como principais pilares que devem ser aprimorados para atrair investidores estrangeiros e melhoria do ambiente de negócios em Angola.

Afirmou que actualmente a diplomacia americana, em parceria com o Corpo de Voluntários de Serviços Financeiros (FSVC) dos EUA, está a trabalhar com o Ministério das Finanças de Angola para implementar uma segunda fase de subsídio de transparência fiscal, para fortalecer a capacidade do sector público angolano nas áreas do planeamento, preparação e implementação de orçamentos mais transparentes.

Apontou igualmente a cooperação em normas técnicas como uma das medidas que podem apoiar os objectivos de Angola no processo de diversificação económica e na substituição das importações.

“Ao trabalharmos para alinhar de perto os nossos regimes regulatórios e normas técnicas podemos prevenir, reduzir ou eliminar grandes barreiras ao nosso comércio bilateral”, afirmou.

Segundo a embaixadora, para Angola desenvolver e diversificar a sua economia é necessário que tenha uma matriz energética confiável, sustentável e diversificada. Neste sector, avançou, os EUA, através do seu programa Power África, estão a trabalhar com o Governo angolano para construir a sua infra-estrutura energética.

As relações diplomáticas entre Angola e EUA datam há 25 anos, com uma cooperação virada em várias áreas como segurança, saúde, educação, comércio, entre outros sectores.

O 1st Friday Club (1FC) da USACC, que contou com a presença de empresários de ambos os países, foi marcada com apresentação oficial da nova embaixadora dos EUA em Angola, Nina Maria Fite, nomeada a 20 de Novembro de 2017.

O “1FC” é um evento corporativo que reflecte a dinâmica da cooperação entre Angola e os Estados Unidos da América, assim como as relações de amizade e respeito mútuo entre os seus dois povos, representados por empresários dos mais variados sectores da economia.

A USACC surgiu no dia 28 de Junho de 1990, quase três anos antes da normalização das relações diplomáticas entre os dois países, que ocorreu a 19 de Maio de 1993 (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »