Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Acidentes de viação causam 50 mortes em três meses na Huíla

Cinquenta pessoas morreram e 237 ficaram feridas, em consequência de 273 acidentes de viação registados pela Unidade de Trânsito do Comando Provincial da Policia Nacional, nos primeiros três meses deste ano, informou hoje (segunda-feira), no Lubango, o porta-voz da corporação, superintendente Carlos Alberto.

Ao fazer o balanço da sinistralidade rodoviária, Carlos Alberto observou ter havido igual número de mortes em relação o período anterio, o aumento de 27 acidentes de viação e a diminuição de cinco feridos em relação a igual período anterior.

Os desastres consubstaciaram-se em 133 colisões entre carros e motorizadas, 58 despistes, 70 atropelamentos e 12 colisões entre motociclos, tendo causado danos materiais avaliados em 27 milhões e 749 mil Kwanzas.

O desrespeito do Código de Estrada, o mau estado técnico das viaturas, a degradação da rede viária e a falta de sinalização, estão na base dos acidentes na província da Huíla.

Os municípios do Lubango, da Humpata, da Matala, de Caluquembe e do Quipungo destacaram-se, entre os demais, ao totalizarem 235 acidentes.

Na ocasião, Carlos Alberto aconselhou aos peões e automobilistas para respeitarem o Código de Estrada, com vista a se evitar acidentes de viação, danos humanos e materiais.

Por sua vez, o comandante da Unidade de Trânsito, superintendente-chefe Pedro Domingos, afirmou que o seu efectivo vai reforçar o programa de combate à sinistralidade, apesar da exiguidade de meios e de recursos humanos de que padece. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »