Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Moxico capacita activistas contra gravidez precoce

Mais de 50 funcionários das instituições públicas, líderes e crentes das igrejas sediadas nesta província, participam desde hoje, no seminário de capacitação de activistas de mobilização contra gravidez precoce e casamento infantil, promovido no Luena, pela organização não-governamental Iniciativa Regional de Apoio Psicossocial (REPSSI)

Em cinco dias, a acção formativa, co-organizada com a Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher (DIFAMU), abordará temas sobre a introdução e conceito ao apoio psicossocial, necessidades psicossocial da criança, habilidades parentais na comunidade, planos práticos para construir um futuro e mudanças nas famílias.

Práticas culturais locais que influenciam o casamento infantil, causas, problemas, desafios e soluções constam igualmente da agenda de formação.

Na ocasião, o coordenador da Iniciativa Regional de Apoio Psicossocial (REPSSI), António Félix Jerónimo, disse que o casamento infantil é um acto de violação dos direitos das crianças que coloca em causa o desenvolvimento desta franja da sociedade.

Insistiu que o casamento infantil resulta na gravidez precoce e aumenta o risco de um parto complicado que pode provocar doenças sexualmente transmissíveis, violência doméstica, beliscar o bem-estar psicossocial da criança, família e em certos casos acarreta a morte da parturiente ou do seu bebé.

No acto de abertura, o vice-governador provincial do Moxico para área Política, Económica e Social, Carlos Alberto Masseca, enalteceu o gesto da REPSSI, na formação de activistas e mobilizadores que se intervêm no combate contra as acções que prejudicam o desenvolvimento harmonioso da sociedade.

Orientou as instituições do Governo a trabalhar a par das Organizações Não-Governamentais e filantrópicas, no sentido de reforçar a rede das organizações que visam o combate de todos os actos que constituem o mal-estar da população, principalmente, dos adolescentes das comunidades longínquas. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »