Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Manifestantes ocupam triplex que levou Lula à prisão

“Se o triplex é do Lula, podemos permanecer. Se não é, porque ele está preso?”. O argumento é de um dos cerca de meia centena de manifestantes que invadiram o apartamento que a justiça considera ter sido atribuído a Lula, no processo de corrupção no qual foi condenado a 12 anos de prisão.

Os manifestantes estiveram cerca de quatro horas no apartamento triplex, no Guarujá, estado de São Paulo. São elementos do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e Frente Povo Sem Medo.

O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância, e três juízes do Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF4), corte de segunda instância, deram como provado que este apartamento de luxo foi dado a Lula da Silva como um suborno pela construtora OAS e condenaram o ex-presidente a 12 anos e um mês de prisão.

Os manifestantes entraram no triplex por volta das 8h30 (hora local). De acordo com a Polícia Militar, citada pela Globo, os manifestantes quebraram o portão do estacionamento e pularam as grades para conseguir forçar sua entrada no edifício.

O grupo pendurou faixas no apartamento com mensagens como “Povo Sem Medo”, “Se é do Lula, é nosso” e “Se não é, por que prendeu?”. No interior do apartamento terão estado cinquenta manifestantes e no exterior, na rua, mais algumas dezenas de pessoas.

Os manifestantes saíram do local por volta das 12h30, quatro horas depois de terem entrado. De acordo com um dos manifestantes, a Polícia Militar deu um prazo para saírem, que se não fosse aceite daria lugar a detenções. Uma manifestação que ocorreu de forma pacífica.

O protesto acontece nove dias depois de Lula da Silva se ter entregado à Polícia Federal. Está preso desde dia 7, depois de ter estado dois dias na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. (RTP)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »