Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Nigéria assume presidência do Conselho de Paz e Segurança da UA

A União Africana (UA) informou nesta quinta-feira, em Addis Abeba, que a Nigéria assumiu a presidência rotativa de um mês do Conselho de Paz e Segurança do bloco comunitário (AU-PSC), noticiou a Prensa Latina.

De acordo com a UA, o representante permanente da Nigéria junto da UA, Bankole Adeoye, substitui Zackariaou Maiga, embaixador permanente do Níger, que ocupou o cargo durante o mês de Março passado.

A presidência da Nigéria no órgão será crucial na abordagem das ameaças representadas pelas armas nucleares e o imperativo de impedir que os terroristas tenham acesso a esses despositivos de destruição em massa e seus regimes de controlo, incluindo a necessidade urgente de promover o uso pacífico da energia nuclear.

De igual modo, priorizará a operacionalidade da Força de reserva africana, que é um elemento importante na arquitectura da paz e segurança africana e o financiamento sustentável das operações de apoio à paz da UA.

O Conselho de Paz e Segurança é o órgão permanente de tomada de decisões da União Africana, inspirado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, para aplicar as decisões da União, particularmente em assuntos relacionados com a manutenção de paz e a segurança regional e continental.

Os seus membros são eleitos pela Assembleia da União Africana, afim de reflectir o equilíbrio regional, assim como uma variedade de critérios, incluindo a capacidade de contribuir militar e financeiramente à União.

O órgão é composto por 15 países, dos quais cinco são eleitos por períodos de três anos e dez por períodos de dois anos.

Os integrantes actuais são Angola, Djibuti, Guiné Equatorial, Gabão, Libéria, Marrocos, Rwanda, Serra Leoa, Togo, Zimbabwe, Nigéria, Egipto, Quénia, Zâmbia e o Congo Brazzaville.

De acordo com a UA, o representante permanente da Nigéria junto da UA, Bankole Adeoye, substitui Zackariaou Maiga, embaixador permanente do Níger, que ocupou o cargo durante o mês de Março passado.

A presidência da Nigéria no órgão será crucial na abordagem das ameaças representadas pelas armas nucleares e o imperativo de impedir que os terroristas tenham acesso a esses despositivos de destruição em massa e seus regimes de controlo, incluindo a necessidade urgente de promover o uso pacífico da energia nuclear.

De igual modo, priorizará a operacionalidade da Força de reserva africana, que é um elemento importante na arquitectura da paz e segurança africana e o financiamento sustentável das operações de apoio à paz da UA.

O Conselho de Paz e Segurança é o órgão permanente de tomada de decisões da União Africana, inspirado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, para aplicar as decisões da União, particularmente em assuntos relacionados com a manutenção de paz e a segurança regional e continental.

Os seus membros são eleitos pela Assembleia da União Africana, afim de reflectir o equilíbrio regional, assim como uma variedade de critérios, incluindo a capacidade de contribuir militar e financeiramente à União.

O órgão é composto por 15 países, dos quais cinco são eleitos por períodos de três anos e dez por períodos de dois anos.

Os integrantes actuais são Angola, Djibuti, Guiné Equatorial, Gabão, Libéria, Marrocos, Rwanda, Serra Leoa, Togo, Zimbabwe, Nigéria, Egipto, Quénia, Zâmbia e o Congo Brazzaville.

De acordo com a UA, o representante permanente da Nigéria junto da UA, Bankole Adeoye, substitui Zackariaou Maiga, embaixador permanente do Níger, que ocupou o cargo durante o mês de Março passado.

A presidência da Nigéria no órgão será crucial na abordagem das ameaças representadas pelas armas nucleares e o imperativo de impedir que os terroristas tenham acesso a esses despositivos de destruição em massa e seus regimes de controlo, incluindo a necessidade urgente de promover o uso pacífico da energia nuclear.

De igual modo, priorizará a operacionalidade da Força de reserva africana, que é um elemento importante na arquitectura da paz e segurança africana e o financiamento sustentável das operações de apoio à paz da UA.

O Conselho de Paz e Segurança é o órgão permanente de tomada de decisões da União Africana, inspirado no Conselho de Segurança das Nações Unidas, para aplicar as decisões da União, particularmente em assuntos relacionados com a manutenção de paz e a segurança regional e continental.

Os seus membros são eleitos pela Assembleia da União Africana, afim de reflectir o equilíbrio regional, assim como uma variedade de critérios, incluindo a capacidade de contribuir militar e financeiramente à União.

O órgão é composto por 15 países, dos quais cinco são eleitos por períodos de três anos e dez por períodos de dois anos.

Os integrantes actuais são Angola, Djibuti, Guiné Equatorial, Gabão, Libéria, Marrocos, Rwanda, Serra Leoa, Togo, Zimbabwe, Nigéria, Egipto, Quénia, Zâmbia e o Congo Brazzaville. (Panapress)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »