Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Vice-presidente da República rende homenagem ao nacionalista Jaka Jamba

O Vice-presidente da República, Bornito de Sousa, rendeu nesta quinta-feira, em Luanda, homenagem ao nacionalista, político e historiador Almerindo Jaka Jamba, falecido há dias em Luanda, por doença, aos 69 anos de idade.

Depois de ter sido entoado o Hino Nacional, o Vice-presidente da República depositou uma coroa de flores e inclinou-se junto da urna onde repousam os restos mortais de Jaka Jamba.

O velório, antecedido de uma missa de corpo presente, foi presenciado pelo antigo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, que a par de Bornito de Sousa, transmitiram sentimentos de condolências à família enlutada e ao partido a que pertenceu.

Na ocasião, o Vice-presidente da República considerou Almerindo Jaka Jamba como sendo um homem aberto e de consenso, cuja experiência contribuiu para a feitura da Constituição de República de 2010.

“Acompanhamos e transmitimos, em nome do Presidente da República, João Lourenço, sentimentos de pesar à família e o partido a que pertenceu Jaka Jamba, com quem convivemos em várias ocasiões, muito particularmente durante a sua participação na Assembleia Nacional, onde chegou a exercer altos cargos ao nível da sua vice-presidência”, expressou.

Destacou o trabalho desenvolvido pelo malogrado ao nível da Assembleia Nacional na Comissão Constitucional, onde com sentido conciliador e com a sua experiência contribuiu para a feitura da actual Constituição da República de Angola.

O presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, juízes presidentes dos Tribunais Superiores, deputados, governantes, altas patentes militares e da Polícia Nacional, membros da Comissão Política da UNITA, representantes de organizações da sociedade civil, amigos, entre outros, prestaram também tributo ao malogrado Jaka Jamba.

Jaka Jamba faleceu domingo numa das unidades hospitalares da capital do país e o seu funeral realiza-se esta tarde no Cemitério da Santa Ana, em Luanda.

Almerindo Jaka Jamba, 69 anos, nasceu a 21 de Março de 1949 e era deputado da UNITA, partido político angolano a que aderiu em 1972.

O malogrado era formado em Filosofia, pela Universidade Clássica de Lisboa, e ostentava, também, um Doutoramento em História.

Por força dos Acordos de Alvor, assinados em 1975, entre Portugal e os então movimentos de libertação angolanos (FNLA, MPLA e UNITA), ocuparia, no Governo de Transição, a pasta de secretário de Estado da Informação.

Foi vice-presidente da Assembleia Nacional (1997-2005) e embaixador na Missão Permanente de Angola junto do Organismo das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em Paris (2005- 2008).

No partido UNITA, já ocupou vários cargos de destaque, tais como os de secretário de Educação, Informação, dos Negócios Estrangeiros, da Cultura e Herança Africana.

Em 1992, foi nomeado como segundo vice-presidente da Assembleia Nacional e porta-voz do grupo parlamentar da UNITA.

Jaka Jamba fez parte da Comissão Constitucional de Angola, em representação do maior partido da oposição angolana. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »