Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Morreu Jaka Jamba político angolano da UNITA

Armelindo Jaka Jamba, nacionalista, político, historiador e académico angolano morreu na madrugada deste domingo, 1 de Abril, em Luanda, vítima de doença.

“Morreu Jaka Jamba, deputado da UNITA e membro da Academia de Letras de Angola. Trabalhei com ele nesses dois órgãos e fizemos uma boa amizade. Partilhamos algumas ideias e, quando imperioso, divergimos respeitosamente. Por isso, hoje é um dia triste para mim. Paz à sua alma”, escreveu o ministro da Comunicação Social, João Melo, na sua página do Twitter.

Almerindo Jaka Jamba, 69 anos, nasceu a 21 de Março de 1949 e era deputado da UNITA, partido político angolano a que aderiu em 1972.

O malogrado era formado em Filosofia, pela Universidade Clássica de Lisboa, e ostentava, também, um Doutoramento em História.

Por força dos Acordos de Alvor, assinados em 1975, entre Portugal e os então movimentos de libertação angolanos (FNLA, MPLA e UNITA), ocuparia, no Governo de Transição, a pasta de secretário de Estado da Informação.

Foi vice-presidente da Assembleia Nacional (1997-2005) e embaixador na Missão Permanente de Angola junto do Organismo das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em Paris (2005- 2008).

No partido UNITA, já ocupou vários cargos de destaque, tais como os de secretário de Educação, Informação, dos Negócios Estrangeiros, da Cultura e Herança Africana.

Em 1992, foi nomeado como segundo vice-presidente da Assembleia Nacional e porta-voz do grupo parlamentar da UNITA.

Jaka Jamba fez parte da Comissão Constitucional de Angola, em representação do maior partido da oposição angolana. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »