Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

UNACA promove formação aos camponeses

A União Nacional dos Camponeses Angolanos (Unaca) promove, desde o inicio deste mês, na província de Benguela, um seminários de capacitação técnica aos camponeses locais.

A acção de formação é extensiva a reorganização interna das cooperativas e associações agrícolas, visando melhorar as competências profissionais, aumentar a produção alimentar e a conformação da colectividade.

Em declarações à Angop, nesta sexta-feira, o presidente da Federação da Unaca, Simão Januário, disse que o programa de formação iniciado a 10 do corrente mês e que terá a duração de 30 dias, já capacitou, numa primeira fase, 150 membros das cooperativas agrícolas de Benguela “Havemos de Voltar” e “Zona Verde”, sobre novas técnicas de preparação dos solos, produção, colheita e comercialização.

Esclareceu que, a iniciativa é uma parceria do Instituto de Desenvolvimento Agrícola (IDA) e pretende abranger outras 10 cooperativas e associações, todas localizadas no perímetro agrícola do Vale do Cavaco (município de Benguela).

Segundo o responsável, os participantes terão aulas práticas cujo o conhecimento serão implementados no desenvolvimento da agricultura familiar.

Para ele, o aumento da produção alimentar passa necessariamente pelo aprimoramento de técnicas convencionais, compreendendo o reforço da capacidade técnica das famílias camponeses e melhorar as condições sociais.

Na sua óptica, com acções que se prevêem concluídas em meados de Abril próximo, a Unaca conta com o envolvimento significativo de produtores agrícolas de 264 associações de camponeses e 136 cooperativas agropecuárias.

O presidente da federação referiu que, a iniciativa surge da necessidade do aperfeiçoamento contínuo de práticas modernas na agricultura e também na reorganização do cooperativismo, adequando ao actual contexto, consubstanciado no melhoramento da produção, aumento da renda dos produtores e na extensão e diversificação no cultivo.

Precisou que, a Unaca planificou para a campanha agrícola/2018, um total de 54 mil e 744, hectares de áreas cultiváveis com leguminosas, oleaginosas, tubérculos, hortícolas diversas, (tomate, cebola e repolho) e frutos (banana, abacaxi e laranja).

O responsável acrescentou que, a UNACA prevê produzir 90 mil toneladas de produtos alimentares, com destaque para a cultura do milho e massambala, no âmbito da redução da fome e da pobreza em diferentes municípios, comunas e povoações.

Com efeito, mais de mil e 900 famílias camponesas estão engajadas na presente campanha agrícola de 2018 que iniciou em Outubro de 2017. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »