Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Transplante de órgãos condicionado à aprovação de legislação

O Projecto de Lei que regula o transplante do rim encontra-se em posse da Assembléia Nacional, há mais de 15 anos, para a sua discussão e aprovação, revelou nesta quarta-feira, em Luanda, o presidente da Sociedade Angolana de Nefrologia, Matadi Daniel.

Ao falar à imprensa, à margem do I Simpósio sobre Nefrologia, organizado pela Clínica Multiperfil, o médico argumentou que “há 15 anos se mandou o projecto à Assembleia Nacional, porém, os técnicos não podem fazer nada, sem a aprovação deste instrumento”.

Disse que, embora o transplante não seja para a cura, é um tratamento de eleição que repõe todas as questões que o rim perdeu, porque pode haver rejeição e o doente voltar a fazer hemodiálise.

“O transplante não impede a rejeição e um doente transplantado vive acima de dez anos ”, salientou.

Referiu que a partir do momento em que o doente tem um problema renal é um processo irreversível, porque não fez um diagnóstico atempado.

O recomendável, de acordo com o nefrologista, é que não se atinja o estado da hemodiálise com uma idade jovem, que em Angola ronda aos 38 anos de idade.

Daí, a necessidade de se ter atitudes preventivas, como tratar da dieta, não abusar do álcool, fazer exercícios periódicos e o Estado deve melhorar os cuidados de saúde na periferia para o diagnóstico precoce.

Nefrologia é uma especialidade médica dedicada ao diagnóstico e tratamento clínico das doenças do sistema urinário, principalmente relacionadas ao rim. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »