Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Teixeira Duarte garante obras de 115 milhões de euros em Portugal e no Brasil

As obras asseguradas pela construtora liderada por Pedro Maria Teixeira Duarte vão da ferrovia aos hospitais, passando pelos aeroportos.

A Teixeira Duarte garantiu nos últimos dias obras no valor de cerca de 115 milhões de euros, através da celebração de três contratos, em Portugal e no Brasil.

As obras asseguradas pela construtora liderada por Pedro Maria Teixeira Duarte vão da ferrovia aos hospitais, passando pelos aeroportos.

A Teixeira Duarte anunciou a 8 de março a vitória num contrato de empreitada de construção da obra de estruturas, instalações especiais, acabamentos e arranjos exteriores do Hospital CUF Tejo, em Alcântara, Lisboa, no montante de 52,3 milhões de euros.

A obra foi adjudicada à participada a 100% Teixeira Duarte – Engenharia e Construções pela Imo Health – Investimentos Imobiliários, entidade do Grupo José de Mello Saúde.

“O prazo previsto para a execução da obra é de 16 meses e o valor total da empreitada é estimado em 52,3 milhões de euros. O contrato de empreitada assinado no passado dia 13 de fevereiro de 2018, envolve a execução da estrutura, instalações especiais, acabamentos e arranjos exteriores do novo Hospital CUF Tejo, que contará com seis pisos acima do solo e quatro pisos enterrados”, esclarece um comunicado enviado pela Teixeira Duarte à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Esta fase do futuro Hospital CUF Tejo compreende uma área bruta de construção de cerca de 73.000 mil metros quadrados, incluindo áreas destinadas a estacionamento nos pisos ‐4 a ‐2 e centros de especialidade e serviços nos restantes pisos.

“A participação da Teixeira Duarte ‐ Engenharia e Construções, S.A. neste projeto de grande dimensão começou em 2016 com a fase de escavação, contenção periférica e estrutura até ao Piso 0. O valor global de ambas as empreitadas totalizará 65,4 milhões de euros”, acrescenta o referido comunicado.

A construtora sublinha que tem 40 anos de experiência no domínio da Saúde em Portugal e no estrangeiro, tendo no seu portfólio a conceção e construção de mais de 10 unidades hospitalares públicas e privadas, tais como o Hospital Universitário de Coimbra, Hospital Prof. Dr. Fernando da Fonseca (Amadora – Sintra), Hospital de S. Teotónio (Viseu), Hospital Dr. José de Almeida (Cascais).

No Brasil, a Teixeira Duarte celebrou, no passado dia 1 de março, um contrato, num consórcio por si liderado, para execução de reforma e expansão do aeroporto de Salvador, no Brasil, pelo montante global correspondente a 149,6 milhões de euros.

O contrato em causa foi adjudicado pela concessionária do aeroporto de Salvador, uma empresa do Grupo Vinci Airports, que gere os aeroportos da ANA em Portugal.

O consórcio liderado pelas Teixeira Duarte será responsável pela execução do contrato de engenharia, fornecimento e construção para a expansão do aeroporto de Salvador, em regime de empreitada integral, na modalidade EPC (Engineering, Procurement and Construction) ‘turn‐key’ (chave-na-mão) por preço global”, “com vista à execução e reforma e expansão do aeroporto de Salvador, que inclui a execução de projeto executivo, a construção de um novo terminal e respetivas pontes de embarque, construção de edifício de ligação do novo terminal ao terminal existente e remodelação do terminal existente e a melhoria ao nível das pistas de pouso e descolagem e ‘taxyways’ [caminhos de circulação]”, adianta um comunicado da construtora portuguesa.

O mesmo documento adianta que o prazo previsto para execução da obra é de 20 meses e o valor total da empreitada ascende a cerca de 600 milhões de reais, correspondentes a 149,6 milhões de euros.

“A Teixeira Duarte ‐ Engenharia e Construções, S. A. é líder do referido consórcio, no qual tem uma participação de 32,99%”, revela o referido comunicado, pelo que a parcela respeitante à empresa ascenderá cerca de 50 milhões de euros.

Outra empresa participante neste consórcio é a também portuguesa Alves Ribeiro.

“O Brasil é um mercado em que o Grupo Teixeira Duarte começou a trabalhar em 2006, data desde a qual mantém importantes operações imobiliárias em São Paulo, tratando‐se de um mercado em que a sua atuação no setor da construção tem registado um importante crescimento refletido na execução de diversas empreitadas de naturezas diferentes em vários estados deste país, tanto na área da geotecnia e fundações, como das edificações, das infraestruturas e da metalomecânica, destacando‐se a Unidade IV do Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio Janeiro e a Reabilitação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis”, destaca o comunicado da Teixeira Duarte.

Para completar este trio de grandes obras recentes asseguradas pela Teixeira Duarte nos últimos dias, refira-se que na passada segunda-feira ficou-se a saber que a construtora foi a empresa selecionada pela IP – Infraestruturas de Portugal para a empreitada de modernização da linha ferroviária de Leste, no troço Elvas (inclusive) e Fronteira.

Este contrato tem um valor de 14,995 milhões de euros e terá de estar concluído no prazo de um ano. (Jornal Económico)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »