Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

PM do Lesotho rende homenagem a Agostinho Neto

O Primeiro-ministro do Lesotho, Thomas Thabane, rendeu nesta segunda-feira, em Luanda, uma homenagem ao primeiro Presidente angolano, António Agostinho Neto, depositando uma coroa de flores no Memorial onde se encontram os seus restos mortais.

No Memorial Agostinho Neto, Thomas Thabane percorreu as áreas de exposições temáticas e monográficas, a biblioteca e o museu com obras e bens que pertenceram ao antigo Presidente.

O Memorial está inserido num amplo espaço, com vista para o mar e para a cidade de Luanda, tem uma torre de 120 metros de altura e áreas de serviço.

Antes, o Primeiro-ministro visitou o Museu de História Militar, que contém o acervo usado pelos angolanos desde a luta de libertação nacional até ao alcance da paz, em 2002, bem como o material capturado pelas tropas sul-africanas do antigo regime do apartheid.

Thomas Thabane, na capital desde domingo último para uma visita de três dias, foi recebido em privado pelo Presidente angolano, João Lourenço, para informar sobre os progressos alcançados na implementação das reformas recomendadas pela SADC, ao Reino do Lesotho, com vista à paz e estabilidade.

O Presidente João Lourenço assume interinamente a presidência do Órgão de Política, Defesa e Segurança da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

O Reino do Lesotho viveu uma profunda crise política, acentuada com o assassinato de dois chefes das Forças Armadas, em 2015 e 2017, o que levou as autoridades do país a solicitar uma intervenção da SADC.

Desde Dezembro último, a SADC disponibilizou um contingente de 269 efectivos, entre militares, polícias, especialistas de inteligência e civis, no quadro da sua Missão de Prevenção para o Lesotho (SAPMIL).

A missão para a paz e estabilidade política do Lesotho é dirigida por Angola, com 162 efectivos, no âmbito da presidência rotativa do Órgão de Política, Defesa e Segurança.

Sobre o assunto, o ministro angolano da Defesa, Salviano de Jesus Cerqueira, que acompanhou o Primeiro-ministro do Lesotho ao memorial, informou que a missão do contingente angolano tem a ver com a formação das forças armadas e da polícia desse país.

O governante considerou positiva a participação de Angola na missão do Reino do Lesotho, um pequeno estado situado no interior da África do Sul, com uma área de 30 mil quilómetros quadrados e uma população de cerca de dois milhões de habitantes. (Angop

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »