Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Morreu suspeito de atentado contra primeiro-ministro palestiniano

O principal suspeito do atentado contra o primeiro-ministro palestiniano, Rami Hamdallah, morreu hoje na faixa de Gaza após a sua detenção, durante a qual morreram dois membros das forças de segurança do movimento radical Hamas.

O Ministério do Interior em Gaza, controlado pelo Hamas, disse hoje que o principal suspeito do atentado de 13 de março tinha ficado ferido, juntamente com um cúmplice, durante uma operação que levou à sua detenção em Nuseirat, no centro do enclave palestiniano.

Anunciou mais tarde que os dois suspeitos tinham morrido devido aos ferimentos e que foi detido um terceiro suspeito.

Na operação morreram dois membros das forças de segurança do movimento islâmico, disse um alto responsável do Hamas, Salah al-Bardawil.

Hamdallah saiu ileso do ataque à sua caravana durante uma rara visita à faixa de Gaza.

Uma explosão à passagem da caravana feriu seis pessoas e responsáveis palestinianos denunciaram uma “tentativa de assassínio”.

A Autoridade Nacional Palestiniana, presidida por Mahmud Abbas, tenta há anos recuperar o controlo de Gaza ao Hamas, que o assumiu pela força em 2007.

Em outubro, o Hamas aceitou entregar o poder em Gaza à Autoridade Palestiniana, pelo menos o civil, mas o processo não tem avançado.

Na segunda-feira, Abbas tinha acusado o Hamas de estar diretamente envolvido no atentado, que não foi reivindicado, e anunciado futuras sanções contra o movimento islâmico. (Noticias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »