Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

EUA. Polícia dispara 20 vezes contra homem negro por pensar que telemóvel era uma arma

Estava no quintal dos avós Foi atingido por dois polícias que confundiram o telemóvel com uma arma: dispararam 20 vezes contra este homem negro, acabando por o matar. Foi em Sacramento, na Califórnia.

A polícia de Sacramento, no estado norte-americano da Califórnia, disparou 20 vezes contra um homem negro, depois de confundir um telemóvel com uma arma, de acordo com o jornal The Independent. O homem estava no quintal dos seus avós e foi atingido porque dois polícias julgaram que o telemóvel que tinha na mão era uma arma.

Dois policia gritaram a pedir ao suspeito que mostrasse as suas mãos e depois gritaram “arma, arma, arma” momentos antes de o matar, pode ver-se nas imagens divulgadas pela própria polícia de Sacramento.

A polícia ainda não identificou o homem mas Salena Manni, a noiva da vítima, disse ao mesmo jornal que era Stephon Alonzo Clark, de 22 anos. Clark tem dois filhos de um e três anos. O homem foi dado como morto no quintal. “Estamos a fazer o nosso luto agora e precisamos do nosso tempo”, disse Salena Manni.

Nas imagens não é possível ver o que o homem estava a fazer antes de ser atingido. De acordo com a polícia, o homem tinha sido visto a tentar entrar em três carros e, depois, na casa de um vizinho. As autoridades que estavam num helicóptero viram o homem a saltar o muro de uma casa que seria do vizinho e deram instruções aos polícias que estavam no exterior. Segundo a informação da polícia de Sacramento, no momento em que os dois agentes se aproximaram, o homem apontou um objeto contra eles, que julgaram ser uma arma.

“Vinte disparos foram feitos. Cada agente disparou dez”, informou a polícia mais tarde, revelando que depois de uma “procura exaustiva” não encontraram nenhuma arma, sendo um telemóvel o único objeto que foi encontrado. (Observador)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »