Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cabo Verde regista aumento de 11,2 porcento no setor turístico

Mais de 716 mil turistas visitaram Cabo Verde em 2017, o que representa um crescimento de 11,2 porcento em relação ano anterior, apurou a PANA na cidade da Praia, de fonte estatística.

Segundo dados referentes ao movimento turístico no arquipélago, foram registadas durante o mesmo período no país mais de 4,5 milhões de dormidas nos estabelecimentos hoteleiros, ou seja um aumento na ordem de 12,3 porcento relativamente ao ano de 2016.

O Reino Unido, com 23,6 porcento do total das entradas, manteve-se como o principal mercado emissor de turistas, sendo os Britânicos também os que registaram as maiores estadias, permanecendo em média 8,4 noites em Cabo Verde.

A Alemanha, com 11,2 porcento, figura no segundo lugar, seguida dos Países Baixos e da França com 9,7 porcento cada, enquanto Portugal é responsável por 9,5 porcento das entradas.

No que se refere às dormidas, o Reino Unido permanece também no primeiro lugar, com 31,3 porcento do total, seguindo-se a Alemanha e os Países Baixos com 11,5 porcento cada, Portugal com 7,8 porcento e França com 7,7 porcento.

A ilha do Sal foi a mais procurada pelos turistas, representando cerca de 47,9 porcento das entradas nos estabelecimentos hoteleiros, seguida da ilha da Boavista com 28,8 porcento e de Santiago com 10,9 porcento.

As três ilhas ocupam também as três primeiras posições relativamente às dormidas, sendo a do Sal com 54,8 porcento, a de Boavista com 36,0 porcento e a de Santiago com 3,5 porcento.

A análise por tipo de estabelecimento revela que os hotéis continuam a ser os estabelecimentos mais procurados, representando 86,3 porcento do total das entradas e 90,7 porcento das dormidas.

A taxa de ocupação-cama foi em média de 58 porcento (contra 55 porcento em 2016), com as ilhas da Boavista e do Sal a registarem as maiores taxas de ocupação-cama com 85 porcento e 66 porcento, respetivamente.

Os hotéis foram os estabelecimentos com maior taxa de ocupação-cama, 69 porcento, seguidos dos aldeamentos turísticos e das pousadas com 37 porcento e 25 porcento, respetivamente.

De acordo com analistas, o aumento do número de turistas e de dormidas em 2017 confirma a tendência de crescimento registada desde 2015. (Panapress)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »