Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Antes das presidenciais, russos lançaram jogo anti-Hillary

O objetivo era tornar viral o jogo ‘Hilltendo’. Tinha três níveis e mostra até onde chegava a criatividade da propaganda para interferir nas eleições dos Estados Unidos.

Terá sido uma das formas mais surpreendentes da Rússia interferir nas eleições presidenciais nos Estados Unidos. A CNN revelou que foi criado um jogo anti-Hillary Clinton, numa das formas mais criativas de influenciar a escolha do sucessor de Barack Obama em 2016. O jogo ‘Hilltendo’ ganhou popularidade online e é um dos exemplos mais claros da expansão da propaganda russa.

O jogo, com um estilo mito semelhante a jogos que fizeram sucesso nos anos 90, tem três níveis. O primeiro intitula-se ‘Ajuda a Hillary a apagar tantos emails confidenciais quanto possível antes de ser apanhada’.

O utilizador controla Hillary Clinton sentada em cima de um míssil a apagar emails, enquanto agentes do FBI a tentam apanhar.

No segundo nível ‘Quanto dinheiro pode receber Hillary dos estados árabes?’, o utilizador tem de tentar apanhar o máximo de dinheiro possível que cai de quatro bandeiras, incluindo as bandeiras da Arábia Saudita, Marrocos e Omã.

Já no terceiro nível ‘Ajuda Hillary a atirar a Constituição o mais longe possível’ inclui caricaturas de Barack Obama e de Bill Clinton.

Paul Vixie, um especialista em cibersegurança, conseguiu verificar que o endereço IP do site do Hilltendo é o mesmo de outros sites que já foram geridos pela Internet Research Agency, uma corporação com ligações ao Kremlin e que foi indiciada pelo procurador especial Robert Mueller no mês passado.

O jogo tem um software que permite identificar as pessoas que o jogam, com o objetivo de posteriormente enviarem-lhes campanhas de desinformação. (Noticias ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »