Radio Calema
InicioMundoÁfricaAssembleias de voto para escolher novo presidente da Serra Leoa abertas

Assembleias de voto para escolher novo presidente da Serra Leoa abertas

As assembleias de voto na Serra Leoa abriram hoje às 07:00 (hora local e TMG), para a realização da segunda volta das eleições presidenciais, que decidirá entre o candidato do Governo, Samura Kamara, e o da oposição, Julius Maada Bio.

Cerca de 3,2 milhões de eleitores são hoje chamados às urnas, neste pequeno país da África Ocidental, para escolher qual dos candidatos dos dois principais partidos será o próximo presidente.

A votação decorre até às 17:00 nas 3.000 assembleias de voto distribuídas pelo território nacional.

Em vários centros, os eleitores fazem fila desde as 05:00 da manhã.

Fuad Kamara, um jovem que vota pela primeira vez, disse à EFE que quer “eleger o presidente que vai conduzir o país nos próximos cinco anos” e apelou para que “toda a gente vote e o faça em paz”.

A situação geral é tranquila e a polícia mantém um dispositivo para assegurar que tudo corra pacificamente, como aconteceu na primeira volta, em 07 de março, apesar da tensão política e da possibilidade de o partido do Governo perder a presidência.

As ruas da capital, Freetown, habitualmente atoladas em intermináveis engarrafamentos e cheias de gente, amanheceram hoje praticamente vazias, devido à proibição de circulação de veículos não autorizados pela Comissão Eleitoral Nacional.

Kamara, cabeça de lista do governante Congresso de Todo o Povo (APC, na sigla em inglês), e Bio, líder do Partido Popular de Serra Leoa (SLPP), não conseguiram a votação mínima, na primeira volta, tendo-se ficado pelos 42,7% e 43,3%, respetivamente.

Esta segunda volta estava prevista para o passado dia 27 de março, mas um recurso judicial apresentado pelo advogado Ibrahum Sorie Koroma, ligado ao APC, no qual exigia uma auditoria aos sistemas internos e de contagem da Comissão, obrigou ao adiamento das eleições.

Kamara, ex-governador do Banco Central e ex-ministro das Finanças e das Relações Externas, e Bio, um militar que deu um golpe de Estado em 1995 e governou dois meses e meio, procuram suceder a Sorie Koroma, que, após 11 anos no poder, cumpriu os dois mandatos permitidos constitucionalmente.

Na passada segunda-feira, o Tribunal Superior da Serra Leoa pronunciou-se a favor da NEC e autorizou a realização das eleições, mas era demasiado tarde para que logisticamente tudo estivesse pronto, porque o recurso pendente atrasou o processo. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.