Radio Calema
InicioAngolaSociedadeSIC deteve chefe de recursos humanos de repartição municipal acusado de suborno

SIC deteve chefe de recursos humanos de repartição municipal acusado de suborno

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve, ontem, no município do Kuimba, Zaire, o chefe do Gabinete dos Recursos Humanos da Repartição Municipal da Educação, Kaweno Kutumba, pelo crime de suborno, no âmbito de um negócio com 14 professores a quem terá dado garantia de que podiam subir de categoria.

O porta-voz da Policia Nacional (PN) na província do Zaire adiantou ao Novo Jornal Online que o chefe da repartição municipal da educação está a ser indiciado pelo facto de ter recebido 4, 2 milhões de Kwanzas a 14 professores da localidade com a promessa de promoção de categorias na carreira docente.

Segundo o Inspector-chefe, Luís Bernardo, o acusado fazia cobranças ilícitas aos professores de algumas escolas da cidade do Zaire e do Município do Kuimba,

“Por via de uma denúncia anónima realizamos buscas na repartição municipal de Educação e fizemos apreensão do material relacionado com a prática da actividade criminosa”, explicou o oficial ao Novo Jornal Online.

“A maioria dos professores que caíram na teia são da capital da província e do município do Kuimba”, disse ainda o oficial em declarações ao Novo Jornal Online.

O responsável salientou que as investigações irá prosseguir com vista à continuação de recolha de prova e ao apuramento total das responsabilidades criminais dos envolvidos.

“A polícia e o Serviço de Investigação Criminal do Zaire estão a trabalhar em conjunto para que tenhamos o mais rápido possível outros elementos de prova no sentido de atribuir as responsabilidades criminais ao criminoso e tão logo possível encaminharemos o processo ao Ministério Público (MP) “, finalizou. (Novo Jornal Online)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.