Radio Calema
InicioMundo LusófonoPortugalAssaltos a caixas ATM aumentaram 73%

Assaltos a caixas ATM aumentaram 73%

Ainda assim, os roubos a caixas automáticas são classificados juridicamente e estatisticamente como “furtos” e não como “crimes violentos”.

No ano passado, os assaltos a caixas automáticas ATM aumentaram 73% face a 2016, de acordo com o Relatório Anual de Segurança Interna, citado na edição desta quinta-feira, 29 de março, do “Jornal de Notícias”.

Apesar de muitas vezes envolverem explosivos e de causarem prejuízos circunstanciais nos espaços em que se inserem, este tipo de assaltos são classificados (juridicamente e estatisticamente) como “furtos” e não como “crimes violentos”.

Ao JN, fontes policiais adiantaram que a designação deve ser alterada, uma vez que os grupos criminosos que assaltam caixas automáticas começaram, no ano passado, a utilizar metralhadoras Kalashnikov.

Numa conferência de imprensa realizada após a reunião do Conselho Superior de segurança Interna, realizada ontem, o Governo anunciou que a criminalidade violenta e grave diminuíram 8,7% no ano passado, em relação a 2016, enquanto os crimes gerais aumentaram 3,3%.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, destacou “a consolidação de uma tendência de redução” da criminalidade violenta e grave “que se vem verificando na última década”. (Jornal Económico)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.