Radio Calema
InicioMundo LusófonoBrasilApós acordo com Honduras, Brasil antecipa em 11 anos volta ao Conselho...

Após acordo com Honduras, Brasil antecipa em 11 anos volta ao Conselho de Segurança da ONU

O Brasil fez um acordo com o governo de Honduras e deve antecipar em 11 anos sua volta ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), disse nesta quarta-feira o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, em nota.

Com o acordo, o Brasil se candidatará para a vaga no Conselho destinada a países da América Latina e do Caribe no período entre 2022 e 2023, disse o ministro.

“A decisão brasileira é resultado do acordo alcançado com o governo de Honduras, por meio do qual o Brasil antecipou seu pleito do biênio 2033-2034 para 2022-2023, recuperando atraso produzido na apresentação da candidatura durante governos anteriores”, disse Aloysio na nota.

“O acordo permitirá, caso o Brasil seja eleito, antecipar em 11 anos o seu retorno ao órgão.”

O Conselho de Segurança da ONU, composto por 15 membros, tem cinco integrantes permanentes e com poder de veto sobre as decisões do colegiado –Estados Unidos, Reino Unido, França, Rússia e China. Os dez membros restantes são rotativos e as vagas são divididas entre as regiões do globo.

Tradicionalmente, as regiões chegam a um consenso sobre um candidato para um período de dois anos no Conselho. A última vez que o Brasil ocupou um assento no órgão foi entre 2010 e 2011.

“A participação brasileira no Conselho de Segurança das Nações Unidas no biênio 2022-2023 permitirá ao país, no bicentenário de sua independência, contribuir directamente para as principais decisões sobre a paz e a segurança internacionais”, disse Aloysio. (Reuters)

por Eduardo Simões

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.