Radio Calema
InicioMundo LusófonoGuiné-BissauGuiné Bissau : Indianos compram caju sem regatear

Guiné Bissau : Indianos compram caju sem regatear

Já se falava aqui no país que este ano a campanha de comercialização da castanha de cajú, principal produto de renda na Guiné-Bissau, podia vir a ser um fiasco, com o preço base de compra do produto anunciado pelo Presidente José Mário Vaz – 1000 francos CFA o quilograma.

Hoje, o líder guineense recebeu todas as garantias dos empresários indianos em como vão comprar a castanha, mesmo com o preço de 1000 francos determinado por José Mário Vaz.

Se dúvidas ainda existissem sobre quem irá comprar a castanha de cajú da Guiné-Bissau, esta terça-feira ficaram dissipadas.

Os operadores económicos indianos foram dizer ao Presidente guineense que vão comprar a castanha mesmo com o preço de 1000 francos CFA por cada quilograma anunciado por José Mário Vaz como base de referência da compra do produto no agricultor.

Camlesh Ramchande é o porta-voz do grupo de empresários indianos que foram transmitir ao Presidente José Mário Vaz a sua determinação em comprar o cajú. Dizem que o que pretendem é ver a Guiné-Bissau a prosperar, a começar com os seus agricultores, donos do cajú.

A Índia é a principal compradora das cerca de 200 mil toneladas da castanha do cajú, produzidas na Guiné-Bissau anualmente, e com o anúncio do preço base de 1000 francos, cerca de 1,5 euros, algumas vozes aqui no país já admitiam que os indianos não iriam comprar o cajú este ano.

Facto desmentido esta terça-feira pelos próprios empresários indianos. (Afp)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.