Radio Calema
InicioMundoEuropaDetido em Kosovo importante responsável sérvio

Detido em Kosovo importante responsável sérvio

A polícia kosovar deteve nesta segunda-feira (26) em Mitrovica, no norte de Kosovo, um importante responsável sérvio, Marko Djuric, o principal negociador a cargo da ex-província sérvia que proclamou sua independência em 2008, o que fez temer novas tensões.

Em um comunicado publicado no fim da tarde, o presidente kosovar, Hashim Thaçi, indicou que Marko Djuric havia sido transferido pela polícia “a um posto fronteiriço entre Kosovo e Sérvia” para ser expulso.

Em Belgrado, o presidente sérvio, Aleksander Vučić, qualificou o incidente de “sequestro de Marko Djuric”. “Todos os que participaram deste sequestro serão perseguidos na Justiça”.

“O prenderam (…) e passearam com ele pelas ruas de Pristina entre vaias para completar a humilhação”, afirmou Vučić.

Durante o dia, as autoridades kosovares advertiram que não haviam dado a autorização para que entrassem no território vários responsáveis, entre eles Marko Djuric. Membros de suas forças de segurança, armados com fuzis automáticos e veículos blindados, foram mobilizados na fronteira.

As visitas de ministros procedentes de Belgrado nas zonas onde vive a minoria sérvia de Kosovo não são excepcionais. Mas são objeto de discussões prévias entre as duas capitais e recebem o aval de Pristina.

Apesar de não ter um acordo com Pristina, Djuric entrou em território kosovar para participar de uma reunião pública em Mitrovica-Norte.

Um grupo de policiais kosovares entrou na sala e usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar o público, segundo constatou uma correspondente da AFP. Após esta intervenção, levaram Marko Djuric à força.

A Sérvia se nega a reconhecer a independência de sua antiga província albanesa, declarada em 2008. Sua tutela sobre Kosovo se mantém em sua Constituição.

Embora não aconteçam violências intercomunitária graves há vários anos, Mitrovica continua sendo uma cidade sob tensão entre o setor sérvio (norte) e a parte albanesa (sul), separados pelo rio Ibar. (AFP)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.