Radio Calema
InicioMundoÁfricaChefe de Estado reconhece situação difícil na Tunísia

Chefe de Estado reconhece situação difícil na Tunísia

O Presidente tunisino, Béji Caïd Essebsi, reconheceu terça-feira, por ocasião da celebração do 62º aniversário da independência da Tunísia, que o país atravessa “uma situação difícil” e que a responsabilidade por esta realidade é partilhada.

Essebsi observou que 79,9 porcento dos Tunisinos se sentem frustrados, nomeadamente os jovens, sublinhando o atraso registado pela Tunísia em vários setores desde a eclosão da « revolução » em 2011.

Ele notou, neste sentido, o aumento do endividamento público, da massa salarial, da taxa do desemprego e da queda do valor da moeda local, o dinar, face às principais divisas.

Para o chefe de Estado tunisino, a ameaça terrorista continua presente no país, sendo prova disso a operação de segunda-feira, em Ben Guerdane (sul), onde dois supostos terroristas foram eliminados.

Sobre a situação na Líbia, o líder tunisino afirmou que a estabilidade neste país permite garantir a estabilidade na Tunísia e atenuar a ameaça terrorista.

A Tunísia vai ajudar na restauração do Estado líbio visto que a Líbia e a Tunísia constituem um único povo em dois Estados diferentes, afirmou ainda o chefe de Estado tunisino. (Panapress)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.