Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

UE e Reino Unido acordaram termos do período de transição do Brexit

Os negociadores consideram que este é um “passo decisivo” no processo.

As negociações entre Bruxelas e Londres para o Brexit parecem ter registado um avanço significativo. David Davis, o negociador britânico, e Michel Barnier, o negociador europeu, anunciaram esta segunda-feira que acordaram termos para o período de transição. Segundo a BBC, os negociadores consideram que este entendimento representa um “passo decisivo” no processo.

O período de transição do Brexit deve começar no dia 29 de março de 2019 e durar até dezembro de 2020. Mas as difíceis negociações entre os dois lados faziam temer que este período sofresse um atraso e não começasse em março do próximo ano como estava previsto.

Este anúncio afasta boa parte desses receios.

“Trabalhamos num acordo internacional, com a precisão, o rigor e a certeza jurídica exigida a todos os acordos internacionais. O que apresentamos é um texto jurídico conjunto, que constitui, a meu ver, uma etapa decisiva. Esta manhã, entendemo-nos sobre uma larga parte do que será o acordo internacional para a saída ordenada do Reino Unido”, anunciou o negociador chefe da UE para o Brexit.

Mas como Michel Barnier fez questão de referir “não é o final do percurso”.

“Devemos aproveitar o momento e continuar com o ímpeto das últimas semanas”, disse por sua vez David Davis. “O acordo de hoje dá-nos confiança de que estamos mais próximos do que nunca de um bom acordo para o Reino Unido e para a União Europeia”.

Os dois negociadores chegaram a um entendimento que salvaguarda os direitos dos cidadãos da União Europeia que residem no Reino Unido e vice-versa. De acordo com Michel Barnier, os cidadãos vão beneficiar dos mesmos “direitos e garantias” que têm atualmente durante o período de transição. O negociador europeu também anunciou que o Reino Unido vai fazer parte do mercado único europeu até ao dia 31 de dezembro.

A fronteira irlandesa continua a ser uma das questões para as quais ainda não há um entendimento.

Barnier esclareceu que na terça-feira irá encontrar-se com os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27 e que na sexta-feira os chefes de Estado dos 27 irão avaliar e julgar o ponto de situação das negociações, de modo a adotar as ‘guidelines’ para a relação futura entre as duas partes. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »