Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cristiano Ronaldo estará disposto a passar “cheque em branco” ao Fisco espanhol

Jogador português quer pagar o que as Finanças considerarem necessário para fechar caso de alegada fraude fiscal. Contudo, terá solicitado que seja retirado o pedido de prisão

Cristiano Ronaldo estará disponível para passar um cheque em branco às Finanças espanholas de maneira a que o processo de alegada fraude fiscal em que se viu envolvido seja encerrado. Em Espanha, diz-se também que a “oferta” acontecerá se for retirado o pedido de prisão para o capitão da seleção portuguesa.

O El Mundo avança que o jogador português está disposto a pagar o que o Fisco espanhol achar necessário relativamente aos direitos de imagem do atleta do Real Madrid.

Cristiano Ronaldo pretende que seja abandonada a via penal e quer encerrar o caso em que é acusado de uma fraude de 14,7 milhões de euros, devido a quatro delitos de ordem fiscal.

O jornal espanhol cita fonte próxima das negociações, que têm acontecido ao longo das últimas semanas, e tanto Cristiano Ronaldo como a estrutura humana que o apoia em termos legais e fiscais afirma que o jogador teve sempre vontade de pagar e regularizar as situações, como demonstra uma regularização voluntária em 2014.

Cristiano Ronaldo tem defendido que nunca teve intenção de defraudar o Fisco espanhol e sempre deu ordens aos assessores para que pagassem tudo dentro da legalidade. Assim, não está disposto a admitir um ato voluntário de fraude. Contudo, o jogador terá dito que está disposto a pagar o que as Finanças considerem que têm a haver do jogador português.

Em dezembro, Caridad Gómez Mourelo, responsável pela unidade central de coordenação do Tesouro espanhol que é especialista em crime fiscal, afirmou em tribunal que Cristiano Ronaldo devia estar preso. Justificou a opinião, inclusivamente, com o facto de estarem “pessoas na prisão por não terem pago 125 mil euros”. Defendeu ainda que o português cometeu evasão fiscal de forma voluntária.(Diário de Notícias)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »