Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

UNACA promove formação aos camponeses

A União Nacional dos Camponeses Angolanos (Unaca) promove, desde o inicio deste mês, na província de Benguela, um seminários de capacitação técnica aos camponeses locais.

A acção de formação é extensiva a reorganização interna das cooperativas e associações agrícolas, visando melhorar as competências profissionais, aumentar a produção alimentar e a conformação da colectividade.

Em declarações à Angop, nesta sexta-feira, o presidente da Federação da Unaca, Simão Januário, disse que o programa de formação iniciado a 10 do corrente mês e que terá a duração de 30 dias, já capacitou, numa primeira fase, 150 membros das cooperativas agrícolas de Benguela “Havemos de Voltar” e “Zona Verde”, sobre novas técnicas de preparação dos solos, produção, colheita e comercialização.

Esclareceu que, a iniciativa é uma parceria do Instituto de Desenvolvimento Agrícola (IDA) e pretende abranger outras 10 cooperativas e associações, todas localizadas no perímetro agrícola do Vale do Cavaco (município de Benguela).

Segundo o responsável, os participantes terão aulas práticas cujo o conhecimento serão implementados no desenvolvimento da agricultura familiar.

Para ele, o aumento da produção alimentar passa necessariamente pelo aprimoramento de técnicas convencionais, compreendendo o reforço da capacidade técnica das famílias camponeses e melhorar as condições sociais.

Na sua óptica, com acções que se prevêem concluídas em meados de Abril próximo, a Unaca conta com o envolvimento significativo de produtores agrícolas de 264 associações de camponeses e 136 cooperativas agropecuárias.

O presidente da federação referiu que, a iniciativa surge da necessidade do aperfeiçoamento contínuo de práticas modernas na agricultura e também na reorganização do cooperativismo, adequando ao actual contexto, consubstanciado no melhoramento da produção, aumento da renda dos produtores e na extensão e diversificação no cultivo.

Precisou que, a Unaca planificou para a campanha agrícola/2018, um total de 54 mil e 744, hectares de áreas cultiváveis com leguminosas, oleaginosas, tubérculos, hortícolas diversas, (tomate, cebola e repolho) e frutos (banana, abacaxi e laranja).

O responsável acrescentou que, a UNACA prevê produzir 90 mil toneladas de produtos alimentares, com destaque para a cultura do milho e massambala, no âmbito da redução da fome e da pobreza em diferentes municípios, comunas e povoações.

Com efeito, mais de mil e 900 famílias camponesas estão engajadas na presente campanha agrícola de 2018 que iniciou em Outubro de 2017. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »