Radio Calema
InicioAngolaSociedadeGinecologista aconselha diálogo entre pais e filhas

Ginecologista aconselha diálogo entre pais e filhas

Os pais devem conversar abertamente com as filhas sobre as questões ligadas à sexualidade, com vista a prevenir gravidezes precoces, aconselhou hoje, quarta – feira, no Luena, a especialista em ginecologia e obstetrícia Paula Muhanda.

Em declarações à Angop, no âmbito da jornada “Março Mulher”, a também directora de enfermagem em exercício da Maternidade Provincial do Moxico, disse ser muito importante o diálogo entre progenitores e filhas, por constituir a principal fonte de inspiração da família que influencia mudança de comportamento e atitudes.

Insistiu que as raparigas devem saber sem “tabus” as práticas a optarem antes da realização de relações sexuais, para prevenirem a gravidez na adolescência, cuja fase o organismo não está preparado para gerar o feto.

Explicou que a gravidez precoce é uma transição que integra o desenvolvimento humano, mas revela complicações, porque os órgãos de um adolescente onde ela deve evoluir, tais como a bacia pélvica, entre outros, ainda não estão bem desenvolvidos.

Advertiu que em caso da gravidez precoce surgir numa relação sexual desprevenida, pode ser associada as infecções de transmissão sexual como o Vih/Sida, sífilis, gonorreia e hepatite/B e C, entre outras, constituindo risco de vida para a adolescente.

Fez saber que a adolescência é um período de desenvolvimento humano em que as mudanças físicas, psicológicas e sociais transformam uma pessoa da etapa infantil para a de adulto, ai há progresso dos órgãos genitais.

Para combater o fenómeno que é frequente nas comunidades, apelou a sociedade a intensificar as campanhas de sensibilização nas escolas, igrejas, mercados, entre outras áreas de maior concentração populacional, abordando os métodos contraceptivos e não só.

Ao considerar preocupante o fenómeno, informou que durante o ano transacto foram registados na Maternidade Provincial do Moxico, mais de mil casos de gravidezes precoces, envolvendo raparigas com idades compreendidas entre 13 a 17 anos. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.