Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Teixeira Duarte garante obras de 115 milhões de euros em Portugal e no Brasil

As obras asseguradas pela construtora liderada por Pedro Maria Teixeira Duarte vão da ferrovia aos hospitais, passando pelos aeroportos.

A Teixeira Duarte garantiu nos últimos dias obras no valor de cerca de 115 milhões de euros, através da celebração de três contratos, em Portugal e no Brasil.

As obras asseguradas pela construtora liderada por Pedro Maria Teixeira Duarte vão da ferrovia aos hospitais, passando pelos aeroportos.

A Teixeira Duarte anunciou a 8 de março a vitória num contrato de empreitada de construção da obra de estruturas, instalações especiais, acabamentos e arranjos exteriores do Hospital CUF Tejo, em Alcântara, Lisboa, no montante de 52,3 milhões de euros.

A obra foi adjudicada à participada a 100% Teixeira Duarte – Engenharia e Construções pela Imo Health – Investimentos Imobiliários, entidade do Grupo José de Mello Saúde.

“O prazo previsto para a execução da obra é de 16 meses e o valor total da empreitada é estimado em 52,3 milhões de euros. O contrato de empreitada assinado no passado dia 13 de fevereiro de 2018, envolve a execução da estrutura, instalações especiais, acabamentos e arranjos exteriores do novo Hospital CUF Tejo, que contará com seis pisos acima do solo e quatro pisos enterrados”, esclarece um comunicado enviado pela Teixeira Duarte à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Esta fase do futuro Hospital CUF Tejo compreende uma área bruta de construção de cerca de 73.000 mil metros quadrados, incluindo áreas destinadas a estacionamento nos pisos ‐4 a ‐2 e centros de especialidade e serviços nos restantes pisos.

“A participação da Teixeira Duarte ‐ Engenharia e Construções, S.A. neste projeto de grande dimensão começou em 2016 com a fase de escavação, contenção periférica e estrutura até ao Piso 0. O valor global de ambas as empreitadas totalizará 65,4 milhões de euros”, acrescenta o referido comunicado.

A construtora sublinha que tem 40 anos de experiência no domínio da Saúde em Portugal e no estrangeiro, tendo no seu portfólio a conceção e construção de mais de 10 unidades hospitalares públicas e privadas, tais como o Hospital Universitário de Coimbra, Hospital Prof. Dr. Fernando da Fonseca (Amadora – Sintra), Hospital de S. Teotónio (Viseu), Hospital Dr. José de Almeida (Cascais).

No Brasil, a Teixeira Duarte celebrou, no passado dia 1 de março, um contrato, num consórcio por si liderado, para execução de reforma e expansão do aeroporto de Salvador, no Brasil, pelo montante global correspondente a 149,6 milhões de euros.

O contrato em causa foi adjudicado pela concessionária do aeroporto de Salvador, uma empresa do Grupo Vinci Airports, que gere os aeroportos da ANA em Portugal.

O consórcio liderado pelas Teixeira Duarte será responsável pela execução do contrato de engenharia, fornecimento e construção para a expansão do aeroporto de Salvador, em regime de empreitada integral, na modalidade EPC (Engineering, Procurement and Construction) ‘turn‐key’ (chave-na-mão) por preço global”, “com vista à execução e reforma e expansão do aeroporto de Salvador, que inclui a execução de projeto executivo, a construção de um novo terminal e respetivas pontes de embarque, construção de edifício de ligação do novo terminal ao terminal existente e remodelação do terminal existente e a melhoria ao nível das pistas de pouso e descolagem e ‘taxyways’ [caminhos de circulação]”, adianta um comunicado da construtora portuguesa.

O mesmo documento adianta que o prazo previsto para execução da obra é de 20 meses e o valor total da empreitada ascende a cerca de 600 milhões de reais, correspondentes a 149,6 milhões de euros.

“A Teixeira Duarte ‐ Engenharia e Construções, S. A. é líder do referido consórcio, no qual tem uma participação de 32,99%”, revela o referido comunicado, pelo que a parcela respeitante à empresa ascenderá cerca de 50 milhões de euros.

Outra empresa participante neste consórcio é a também portuguesa Alves Ribeiro.

“O Brasil é um mercado em que o Grupo Teixeira Duarte começou a trabalhar em 2006, data desde a qual mantém importantes operações imobiliárias em São Paulo, tratando‐se de um mercado em que a sua atuação no setor da construção tem registado um importante crescimento refletido na execução de diversas empreitadas de naturezas diferentes em vários estados deste país, tanto na área da geotecnia e fundações, como das edificações, das infraestruturas e da metalomecânica, destacando‐se a Unidade IV do Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio Janeiro e a Reabilitação da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis”, destaca o comunicado da Teixeira Duarte.

Para completar este trio de grandes obras recentes asseguradas pela Teixeira Duarte nos últimos dias, refira-se que na passada segunda-feira ficou-se a saber que a construtora foi a empresa selecionada pela IP – Infraestruturas de Portugal para a empreitada de modernização da linha ferroviária de Leste, no troço Elvas (inclusive) e Fronteira.

Este contrato tem um valor de 14,995 milhões de euros e terá de estar concluído no prazo de um ano. (Jornal Económico)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »