Radio Calema
InicioEconomiaAngola e RDCongo vão assinar acordo-quadro no sector eléctrico

Angola e RDCongo vão assinar acordo-quadro no sector eléctrico

Angola e a RDCongo poderão, em breve, assinar um acordo-quadro intergovernamental no domínio da energia eléctrica, como resultado dos trabalhos da comissão mista dos países, que esteve reunida nesta quarta-feira em Kinshansa.

Na reunião, conduzida pelos ministros da Energia e Águas de Angola, João Baptista Borges, do RDCongo, Ingel Ifoto, as partes manifestaram a vontade em reforçar a cooperação no domínio da energia eléctrica, no quadro das relações bilaterais.

Ao abordar questões de interesse comum, as partes analisaram várias questões, como o projecto da linha de 220 KV, Inga-Boma-Muanda-Cabinda, de 179,4 quilómetros na RDC, e 47,5Km, em Angola, assim como o projecto da construção da linha de 400 KV, Inga-Cabinda-Ponta Negra, no quadro do Pool energético da África Central (PEAC), para a interconexão da rede da Comunidade Económica dos Estados de África (CEEAC).

Por outro lado, foram igualmente abordados outros projectos para a electrificação transfronteiriça, no quadro do reforço da actual linha de 15 KV, e o fornecimento da energia à cidade angolana de Noqui, a partir da cidade de Matadi (RDC), assim como da localidade do Soyo, na província do Zaire, através do prolongamento da linha Inga-Boma-Muanda-Cabinda.

Exprimiram a vontade de reforçar a cooperação bilateral entre os dois países e cooperar mutuamente sobre a resolução dos problemas de energia no interesse dos respectivos povos.

Estes dois países membros da SADC possuem imensos recursos hídricos, que permitem a construção de grandes barragens, como a do Inga (Congo Democrático), com capacidade total para 40 mil megawatts e Caculo Cabaça (Angola), com capacidade para dois mil e 100 megawatts, apenas para citar.

O desenvolvimento destes projectos poderão permitir o processo de interligação dos sistemas eléctricos dos dois países. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.