Radio Calema
InicioGovernoCorrigir o que esta MalAdministradora do Sequele disse à imprensa que só fala autorizada

Administradora do Sequele disse à imprensa que só fala autorizada

Este jornal bateu à porta da administração da Centralidade do Sequele, para saber da administradora Njila de Carvalho as razões por que não põem um travão ao crescimento do número de casebres na vizinhança da cidade.

A administradora recusou-se a falar ao Jornal de Angola, com o argumento de que já havia abordado o assunto numa conversa que manteve com a Rádio Luanda. Mesmo depois de alguma insistência da repórter, Njila de Carvalho não mudou de ideia, tendo dito ao Jornal de Angola que, “nesta fase em que estão a ser nomeados e exonerados novos os administradores, não convém falar sobre o assunto”.

A administradora frisou ainda que só falaria ao Jornal de Angola se este órgão de comunicação social público escrever para o Governo Provincial de Luanda, para que a autorize a falar sobre os casebres à volta da centralidade. (Jornal de Angola)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Como é que se pode falar dos casebres a volta da centralidade se dentro da mesma só temos cantinas e padarias.
    Até igreja no Largo do bloco 8 já tem.
    Pouca vergonha.

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.