Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Secretário-geral do MPLA defende reorganização para as eleições autárquicas

O secretário-geral do MPLA, António Paulo Kassoma, defendeu hoje, segunda-feira, o reforço da capacidade organizacional e preparação das estruturas partidárias para as eleições autárquicas.

Paulo Kassoma discursava na abertura da primeira reunião do secretariado do Bureau Político com os quadros do aparelho central do partido e do comité provincial de Luanda, com o objectivo de capacitá-los e potenciá-los com orientações sobre as medidas e acções para este ano.

O encontro coincide com o anúncio nesta segunda-feira, em Benguela, do Presidente da República, João Lourenço, segundo o qual o país prepara-se para instaurar o poder autárquico antes de 2022.

Paulo Kassoma acredita que o combate político vai estar virado para o reforço da capacidade organizacional e preparação das estruturas intermédias e de base para as eleições autárquicas.

Considera fundamental adoptar uma abordagem clara e objectiva sobre a as eleições intercalares com os militares, amigos e simpatizantes para que estejamos em condições de mobilizar, motivar e fidelizar a sociedade e potenciar os eleitores em torno do MPLA.

Pede maior atenção a coesão partidária, para o reforço da unidade de acção e pensamento no cumprimentos dos objectivos estratégicos, superar as debilidades organizativas e a inoperância de algumas estruturas partidárias.

Falou também da necessidade do combate da excessiva burocratização na implementação das decisões e orientação emanadas superiormente, bem como pediu que se repense o papel do activista partidário no actual contexto.

Considerou essencial a promoção do movimento associativo, ao mesmo tempo que promete melhor valorização dos quadros e funcionários do partido e das suas organizações associadas, bem a avaliação e rentabilização do património da organização partidária.

Informou que a par remodelações efectivadas com a substituição de primeiros secretários em algumas províncias, a eleições de segundo secretários noutras para evitar a acumulação do cargo com a de deputado, a excepção de Luanda, O MPLA deverá nos próximos dias eleger nos próximos dias o responsável partidário na província do Bengo.

Falou de necessidade de implementação de um conjunto de acções que visam corresponder as exigências impostas pelo desenvolvimento político, económico e social do país.

Garantiu a mobilização apoios ao Executivo para implementação do plano nacional de desenvolvimento 2018/2022.

Quer ainda que se revitalize e se robusteça o processo de auto-financiamento do partido e a aplicação do sistema de modernização tecnológica.

O secretário-geral do MPLA considera imperativo fortalecer e capacitar o partido, melhorar o desempenho e ambiente de trabalho como mola impulsionadora do desenvolvimento de Angola e dos processos de transformação do país. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »