Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Polícia sul africana no encalço dos irmãos Gupta

As autoridades sul-africanas dizem ter alargado a sua investigação de corrupção, envolvendo aliados do ex-Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, para outros países, incluindo China, Índia e Emiratos Árabes Unidos, noticia hoje a AIM.

O ministro sul-africano da Polícia, Fikile Mbalula, fez o anúncio, após a emissão de um mandado de captura para um dos irmãos Gupta, que possuem ligações muito próximas a Zuma.

Falando à SABC, Mbalula disse que Ajay Gupta e mais quatro indivíduos procurados pela polícia em conexão com o caso, encontram-se fora do país.

Embora não esteja confirmada a sua fuga do país, por temer prisão, o governante prometeu que os referidos indivíduos Gupta poderão ser detidos pela Polícia Internacional (Interpol) e, eventualmente, extraditados para a África do Sul.

Ele recusou-se a nomear os suspeitos, excepto Ajay Gupta, declarado pelas autoridades policiais de fugitivo do país.

A comunicação social sul-africana sugeriu que Duduzane, filho de Zuma, um associado de negócios dos irmãos Gupta, também consta da lista de suspeitos que estão sendo procurados pelas autoridades policiais.

Por outro lado, a unidade especial da polícia sul-africana “Hawks” prometeu usar todos os meios a sua disposição para garantir a prisão dos irmãos Gupta, que se acredita terem fugido para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

O porta-voz da Hawks, o brigadeiro policial Hangwani Mulaudzi disse, segunda-feira, que a África do Sul possui acordos de extradição com a Índia e a China.

“Estamos em processo de verificar a nossa posição com os Emiratos Árabes Unidos, mas o que quero enfatizar é que todos serão usados todos os meios para os trazer de volta para que possam responder pelas acusações que enfrentam”, afirmou.

Mulaudzi acrescentou que vai enviar um pedido de extradição logo que receber instruções nesse sentido das autoridades judiciais.

“Vamos envolver a Interpol e trazê-los de volta”, garantiu.

Um alto funcionário do ministério das Relações Internacionais e Cooperação revelou que os irmãos Gupta e Duduzane Zuma encontram-se nos Emiratos Árabes Unidos, país que não possui um tratado de extradição com a África do Sul.

Entretanto, o governo sul-africano está preparado para usar os canais diplomáticos, com vista a apreender os irmãos Gupta, disse o mesmo funcionário, sublinhando haver garantia da cooperação da Índia, China e Emirados Árabes Unidos quando a investigação começou.

“Assim que for descoberto o seu paradeiro não haverá nenhum problema para trazê-los de volta. Mesmo na falta de um acordo de extradição, podemos usar outros mecanismos bilaterais de cooperação”, explicou.

O mesmo funcionário disse que não enviou à Índia um pedido de prisão de Ajay ou Gupta ou seus irmãos, porque as agências de segurança acreditam que se encontram fugitivos nos Emirados Árabes Unidos.

Aliás, tudo indica que Ajay deixou a Índia, um dia após a renúncia de Jacob Zuma da presidência sul-africana. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »