Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ministro inicia visita a Moçambique para reforçar cooperação na Defesa

O ministro da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, reúne-se hoje em Maputo com o seu homólogo moçambicano para assinar um novo protoloco na área da Defesa, no âmbito de uma visita oficial que termina sexta-feira.

O encontro com o ministro da Defesa de Moçambique, major-general na reserva Atanásio Salvador Mtumuke, irá decorrer hoje de manhã no ministério da Defesa, em Maputo, prevendo-se a assinatura do Programa-Quadro de Cooperação no Domínio da Defesa.

O acordo vigora até 2021 e é mais abrangente do que os anteriores protocolos de cooperação técnico-militar que foram assinados com Moçambique desde 1988, mantendo os programas de formação e ensino e intercâmbio de militares.

No âmbito deste novo acordo, prevê-se o apoio à criação de condições para a participação conjunta das Forças Armadas dos dois países em missões de paz e humanitárias.

Durante a deslocação, o ministro da Defesa português entregará dez lanchas à Marinha de Guerra de Moçambique, que permitirão “apoiar missões de interesse público”.

Segundo um comunicado do governo moçambicano, a visita enquadra-se nos “esforços dos ministérios da Defesa dos dois países em incrementar cada vez mais os laços de cooperação bilateral e históricas”.

Azeredo Lopes visitará o Instituto Superior de Estudos de Defesa, na terça-feira, e irá prestar homenagem aos antigos combatentes.

Na quarta-feira, em Nampula, visitará a Academia Militar, e dará uma palestra sobre “O contributo das Forças Armadas portuguesas para a promoção da paz e segurança internacional”.

Na quinta-feira, Azeredo Lopes deverá visitar e contactar as autoridades locais da Ilha de Moçambique, que vai celebrar em setembro os 200 anos de elevação a cidade.

Para sexta-feira, em Maputo, está agendada uma visita ao centro de Análise Estratégica da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e à sede da Associação de Deficientes das Forças Armadas Portuguesas em Moçambique. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »