Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

“Encontrámos a marca do selo, datada do século VIII a.C., que pode ter sido feita pelo profeta Isaías, a apenas pouco mais de 3 metros de uma descoberta anterior, um selo que foi atribuído ao rei Ezequias de Judá”, refere Eilat Mazar, investigador da Universidade Hebraica de Jerusalém, numa declaração publicada na Biblical Archaeology Society.

Eilat Mazar liderou a equipa que fez a descoberta do selo que exibe a assinatura alegadamente pertencente ao profeta Isaías. O artefacto foi encontrado numa zona onde existem vestígios da Era do Aço, num sítio arqueológico em Ophel, uma área entre o Monte do Templo e a Cidade de David, usada na antiguidade como complexo residencial da família real.

Numa área próxima de um edifício que funcionou como padaria real, os arqueólogos encontraram 34 pequenas peças de argila, com impressões de selos que exibiam os nomes dos seus proprietários.

A descoberta foi revelada esta quinta-feira na revista Biblical Archaeology Review. Os pedaços de argila tinham apenas 1 centímetro de diâmetro e alguns estavam bastante danificados. Num deles foi possível ler o nome do rei Ezequias, descoberta já anunciada no final de 2015.

Os arqueólogos indentificaram também marcas de outras pessoas, mas o achado que suscitou mais dúvidas foi o que tinha a inscrição “Yesha’yah”, o nome em hebraico de Isaías, seguido pelas letras N, V e Y, as três primeiras para a palavra profeta em hebraico. O facto de o artefacto estar danificado e faltar uma letra para completar a palavra profeta dificultou a investigação, embora o nome Isaías estivesse bem legível.

De acordo com as referências da Bíblia, Isaías viveu no reino de Judá entre os séculos VIII e VII a.C.. Os relatos bíblicos referem que o profeta era o conselheiro espiritual do rei.

“Os nomes do rei Ezequias e do profeta Isaías são mencionados em conjunto 14 das 29 vezes que o nome de Isaías é lembrado. Nenhuma outra figura estava mais próxima de Ezequias que Isaías”, sublinha Mazar. (Sic Notícias)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »