Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Activistas de luta contra VIH/SIDA do Moxico terminam formação

Vinte e cinco activistas, que vão executar o projecto “Celebrando a Vida”, de luta contra o VIH/SIDA nas comunidades, terminaram, sábado, na cidade do Luena, província do Moxico, uma acção formativa, promovida pela Organização Não Governamental (ONG) “Iniciativa Regional de Apoio Psicossocial (REPSSI).

O projecto, financiado pelo Fundo Global e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), será implementado em seis meses, a partir de Fevereiro, pela ONG Africare.

Falando à impressa, após o acto de encerramento do curso, o representante da Africare ao encontro, Elias Alfredo, disse que o passo seguinte será mobilizar e dialogar com as pessoas da comunidade sobre os perigos da doença, acção que inicia dentro de cinco dias.

A mobilização, explicou, visa reforçar a educação sobre o VIH/Sida, principalmente os métodos de protecção, contágio, entre outros assuntos.

Por sua vez, o coordenador do REPSSI, António Jerónimo, lamentou o facto de ainda existir muita resistência da população das comunidades em procurar os serviços de aconselhamento, testagem e acompanhamento do doente com VIH/SIDA, por falta de informação.

Já o representante da Rede Angolana das Organizações e Serviços de Sida (ANASO), David José, reconheceu que o projecto é uma mais-valia, por dar continuidade aos trabalhos de prevenção e sensibilização das pessoas sobre a enfermidade.

Durante cinco dias, os participantes ao seminário abordaram temas como a facilitação e simulação de conversas comunitárias, planificação dos trabalhos de campo, acompanhamento pós-formação e instrumentos de monitoria e seguimento.

Moxico detém quatro porcento seroprevalência, a terceira a nível do país, infectando 30 mil e 342 pessoas (4 porcento), dos 758.568 habitantes da região, segundo dados do Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS) 2015/2016, divulgados em 2017.

Pelo menos 6,1 porcento das mulheres da província do Moxico vivem com o VIH/Sida contra 1,3 porcento de homens. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »