Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Girabola arranca agitado com alterações na tabela

A 40 ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola, marcado à partida pela imperatividade de ter de terminar mais cedo, de modo a acertar o passo com o calendário competitivo da Confederação Africana, segue agitado no topo e na cauda da tabela classificativa, depois da disputa da terceira jornada, no final de semana, ainda sem o concurso do bicampeão 1º de Agosto.

Nas notas positivas da ronda, destaque para a consistência evidenciada pelo Interclube, ao somar o segundo triunfo consecutivo na prova, diante do Sagrada Esperança, a grande sensação da época passada, que procura os caminhos para visar a baliza dos adversários.

Ao apostar na continuidade do técnico Paulo Torres, a formação da Polícia Nacional tem revelado crescimento, quer no processo defensivo quer nas acções ofensivas, evolução que sustenta a liderança isolada na tabela classificativa, com 7 pontos. Em sentido oposto, Ekrem Asma procura encontrar as razões da inércia do ataque dos diamantíferos, cujo registo é nulo, em três jogos disputados.

O empate sem golos, entre o Petro de Luanda e o 1º de Maio de Benguela, sábado no Estádio Nacional 11 de Novembro, ganhou ênfase com a reacção dos treinadores, no final do desafio. Pelos petrolíferos, Roberto Bianchi lamentou o facto de o adversário ter apostado no jogo passivo, por forma a fazer passar o tempo, enquanto Agostinho Tramagal, em resposta, recusou a rotulagem de ponto com sabor a vitória, ao assumir que os proletários visitaram a capital do país apostados em derrotar os tricolores, por isso exige que respeitem a formação benguelense, um histórico do futebol angolano, com dois títulos no palmarés.

Apesar da prova estar numa fase embrionária, a perda de pontos representa um atraso para o Petro de Luanda, por apostar todas as fixas na conquista do título, com vista a interromper o jejum de quase uma década sem consagração, quando o seu arqui-rival 1º de Agosto dá sinais de fortaleza e estabilidade no objectivo de anular a desvantagem na galeria dos campeões, fixada em quatro troféus, 15 dos petrolíferos e 11 dos militares.

Sem muito alarido, contrariamente aos últimos anos, o Kabuscorp do Palanca foi ao Huambo derrotar o JGM, por 2-1, resultado que permite controlar a segunda posição, com os mesmos seis pontos do Recreativo do Libolo, vitorioso (1-0) na jornada, frente à Académica do Lobito, na vila de Calulo.

No Lubango, o Desportivo da Huíla aproveitou o factor casa para desfeitear o estreante Cuando Cubango FC, por 3-1. Em nove pontos possíveis, os militares da Frente Sul somaram 5, ao passo que os confrades do Leste conseguiram apenas três, números alinhados com o seu perfil de equipa pouco competitiva.

Peso do empate

Auto-intitulado favorito à vitória, por jogar em casa diante do Progresso Sambizanga, adversário saído de um “defeso prolongado”, por ter calhado nas duas primeiras jornadas com os “africanos” 1º de Agosto e Petro de Luanda, o Domant FC do Bengo procura digerir os efeitos do empate a uma bola.

Além do atraso na classificação, a equipa de Bula Atumba está na iminência de protagonizar a primeira mudança de treinador no presente Girabola. Francisco André “Kito” colocou o lugar à disposição, alegadamente por ingerência no seu trabalho por parte da direcção encabeçada por Domingos António, que negou tal acusação.

Cabibi, jogador considerado influente na manobra da equipa, casou-se na sexta-feira e ficou à disposição do plantel no sábado, mas não foi seleccionado para o desafio. No final, o presidente, segun-do relatou o próprio à Rádio Cinco, questionou de forma amistosa o treinador, por não ter utilizado o atleta.

Numa jornada com registos modestos, 12 tentos em sete jogos, média de 1,7 por partida, que teve o contributo do empate sem golos entre o Recreativo da Caála e o Sporting de Cabinda, fica adiado o desafio 1º de Agosto-FC Bravos do Maquis. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »