Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Futebol: Campeão com ausências notáveis começa com empate defesa do título

O 1º de Agosto ressentindo as ausências dos seus principais jogadores suspensos pela Federação começou com empate nulo, a defesa do seu título nacional, frente ao Progresso do Sambizanga, para a conclusão da primeira jornada do campeonato da I divisão, Girabola2018.

Trata-se de Dani Massunguna, Natael, Geraldo, Nelson da Luz e Paizo, suspensos por não terem integrado a selecção nacional que competiu no CHAN deste ano disputado no Reino de Marrocos, para além de Bua que está a cumprir um castigo federativo por outras razões

As duas equipas entraram para o relvado com um estudo mutuo e com o obectivo de procurarem soluções para libertarem-se dos seus opositores.

O Progresso do Sambizanga criou a primeira ocasião de golo quando Balakai isolou-se, mas foi impedido com falta fora da área pelo guarda-redes Neblu, o que lhe custou o cartão amarelo.

Em resposta, o 1º de Agosto, que hoje se estreou no Girabola devido ao seu envolvimento nas Afrotsçsd, esteve também perto do golo, mas o seu ataque não foi capaz de finalizar com êxito.

À passagem do minuto 14, os sambilas provocaram alguma instabilidade na área militar, devido a uma desatenção do sector mais recuado.

Aos 30 minutos o nigeriano Ibukun lançou-se ao ataque, mas o guarda-redes contrario foi mais rápido que o adversário ao agarrar com bastante segurança o esférico.

O resultado nulo que premeia a forma como o Progresso, com uma equipa bastante renovada, bateu-se perante ao campeão em titulo que hoje recebeu o trofeu e o cheque de 34 milhões e 400 mil kwanzas, fruto do triunfo da edição de 2017 do Girabola.

Após o descanso necessário de 15 minutos, os militares reentraram melhor com uma jogada perigosa protagonizada por Mongo, mas o sector defensivo do Progresso antecipou-se ao lance.

Aos 79 minutos, o recém entrado Razaq esteve perto de inaugurar o marcador, ao rematar forte a escassos centímetros da baliza defendida por Titi.

Depois das alterações feitas pelos dois técnicos, o resultado em nada alterou até ao apito final do árbitro internacional Hélder Martins. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »