Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

MPLA nega apreensão de milhões de dólares em casa de Paulo Kassoma

O MPLA lamentou e negou hoje relatos e o conteúdo de um vídeo postos a circular nas redes sociais segundo os quais cerca de 270 milhões de dólares americanos foram apreendidos pela polícia na residência do secretário-geral, Paulo Kassoma, na África do Sul.

Esses ditos estrategas esqueceram-se de que Paulo Kassoma não tem casa alguma na África do Sul e há mais de 10 anos que ele não vai àquele país”, lê-se no site oficial do partido, desmentindo assim a apreensão de mais de 270 milhões de dólares que, segundo os relatos nas redes sociais, seriam utilizados para garantir uma “rede” de apoio para os dirigentes do MPLA.

O partido que sustenta o Governo considera estes boatos como “inimigos do povo” e realça que “o povo está com o MPLA nesta fase da luta pelo desenvolvimento de Angola” e que “estas manobras de nada valerão e o seu destino é saco roto”.

“O MPLA, como a principal alavanca mobilizadora das mais importantes transformações de Angola, é vítima constante de ataques indiscriminados, sobretudo nesta fase, em que está a liderar o combate generalizado contra a corrupção”, lamenta o partido.

Segundo o seu site oficial, “enquanto o MPLA, de forma introspectiva, decidiu fazer deste acto uma das veias propulsoras para o desenvolvimento de Angola, os contra, reféns de estratégias falhadas, acoplaram-se às técnicas de disseminação de boatos para minar a coesão e desvirtuar o contexto deste desiderato colectivo e patriótico”.

“A introspecção, emanada do lema `melhorar o que está bem e corrigir o que está mal”, apanhou muitos desses detractores de surpresa, socorrendo-se, desesperadamente, da táctica de escolheram como alvos membros influentes da Direcção do MPLA, com o fim único de atingir a unidade de pensamento e de acção do Partido e do povo angolano, gorados que estão todos outros intentos, neste sentido”, lê-se no site. (Novo Jornal Online)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »