Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Dezenas de camiões com madeira retidos em Malanje

Mais de 30 camiões com madeira em trânsito para Luanda retidos em Malanje estão a ser descarregados desde segunda-feira, 26, num parque improvisado na cidade, aguardando por decisões de uma comissão que deve vir da capital angolana.

O transporte da carga proveniente das províncias da Lunda-Sul e Moxico, de acordo com o chefe de Departamento Provincial do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), Tomás Mizalaque, viola o decreto presidencial e a legislação complementar que interditam a campanha de exploração e transporte de madeira.

Entre a madeira apreendida está a cortada que não consta da lista de recursos florestais proibidos pelo Ministério da agricultura e Florestas.

“Estamos neste momento com 37 camiões parados e um volume de madeira de 973 metros cúbicos, toda a madeira é variedade mussive, os camiões vêm maioritariamente do Moxico e parte deles da Lunda-Sul”, disse.

“O Decreto Presidencial, a circular do IDF e o ofício do ministro (da Ministério da agricultura e florestas), simplesmente mandam parar a madeira que está preparada em bloco e madeira em touro”, lembrou.

Os camionistas estão retidos em Malanje há mais de 20 dias e mostram-se constrangidos com as exigências do Governo.

“Neste momento estamos aqui há 26 dias, calhou-nos muito mal porque estamos fora da família”, lamentou Jika Gomes, acrescentado que “por causa dessa situação já tivemos colegas doentes”.

“Onde os homens da Polícia Fiscal e IDF nos colocaram não há condições”, denunciou.

Há insatisfação por parte dos motoristas quanto às obrigações impostas pelas entidades locais para a descarga do produto.

A Escola Mbindi Emílio, pertencente a Unta-Confederação Sindical escolhida como parque para acomodação da madeira apreendida, segundo eles, não tem condições para o acesso normal de viaturas de grande porte. (Voa)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »