Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Trump volta à carga: professores armados seriam “grande dissuasão”

“Uma escola livre de armas é um íman para gente má”. Partindo, uma vez mais, desta ideia, o Presidente norte-americano insistiu nas últimas horas em defender que professores “com treino especial” passem a estar armados para dissuadir tiroteios em escolas. Algo que, no pensamento de Donald Trump, “solucionaria o problema instantaneamente”.

O Twitter volta a servir de plataforma preferencial de comunicação a partir da Sala Oval. Trump escreveu agora – ainda na sequência das ondas de choque do tiroteio no liceu Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, no Estado da Florida – que armar professores resultaria numa “grande dissuasão”.

“Altamente treinados, adeptos das armas, professores/treinadores solucionariam o problema instantaneamente, antes de a polícia chegar. Grande dissuasão!”, defendeu o Presidente norte-americano, para quem “uma escola livre de armas é um íman para gente má”.

Esta nova tomada de posição de Donald Trump deverá fazer subir de tom a controvérsia dos últimos dias em torno da resposta à sucessão de incidentes com armas de fogo em estabelecimentos escolares dos Estados Unidos.

A 14 de fevereiro, Nikolas Cruz, de 19 anos disparou indiscriminadamente no interior da escola Marjory Stoneman Douglas. Morreram 17 pessoas.
Demissão nas forças de segurança

O tweet do Presidente norte-americano foi publicado já depois de o xerife do condado de Broward, Scott Isreal, ter confirmado, durante o tiroteio, que o operacional destacado para o liceu de Parkland não chegou a entrar no complexo para confrontar o atirador.

O delegado Scot Peterson apresentou entretanto a demissão, já depois de ter sido punido com suspensão sem vencimento. Uma medida disciplinar tomada com base nas imagens captadas pelas câmaras de videovigilância no local.

“Devia entrar, dirigir-se ao assassino e abatê-lo”, afirmou o xerife.

Trump começou a defender em público a ideia de professores armados na noite de quarta-feira, durante um encontro com alunos que sobreviveram ao ataque no liceu de Parkland. (RTP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »