Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Mais de metade dos venezuelanos em pobreza extrema

Mais de metade dos venezuelanos vivem em pobreza extrema e afirmam que perderam mais de 10 quilos de peso em 2017, segundo um Estudo sobre Condições de Vida que é realizado pelas principais universidades do país divulgado hoje.

O estudo reflete uma deterioração dramática na qualidade de vida dos venezuelanos ao avaliar o aumento da pobreza e sua incidência no emprego, educação, criminalidade, nutrição e saúde geral.

Realizada todos os anos desde 2014 pelas universidades Central da Venezuela (UCV), Simón Bolívar (USB) e Católica Andrés Bello (UCAB), o estudo foi realizada em 6.168 famílias em todo o país, com dados recolhidos entre julho e setembro de 2017.

A socióloga Maria Gabriela Ponce, da UCAB, informou que entre os resultados do estudo observou-se que a pobreza extrema aumentou de 23,6 para 61,2% em quatro anos e quase 10% apenas entre 2016 e 2017.

Ponce exibiu um gráfico que mostra que em 2014 a pobreza extrema ficou em 23,6%, em 2015 em 49,9%, em 2016 em 51,5% e em 2017 em 61,2%.

Também mostrou que as famílias “não pobres” em 2014 representavam 51,6% dos consultados no estudo, em 2015 eram 27%, em 2016 o número caiu para 18,2% e em 2017 baixou para 13%.

Já o médico Marianella Herrera, da UCV, com uma pós-graduação em Nutrição Clínica no USB, disse que 64% dos entrevistados referiram que perderam uma média de 11 quilos no último ano por não ter acesso aos alimentos.

Herrera explicou que 61% dos entrevistados disseram ter “ido para a cama com fome” porque não tinham comida suficiente e 90% disseram que o seu rendimento “não é suficiente” para comprar os alimentos necessários. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »