Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

MPLA preocupado com informações falsas e decisões internas nas redes sociais

O MPLA está preocupado com a intriga, proliferação de informações falsas e divulgação de decisões reservadas apenas à direção do partido, sobretudo, nas redes sociais, porque mais do que atingir pessoas prejudica aquela organização política no poder em Angola.

O assunto foi focado pelo secretário-geral do MPLA, Paulo Cassoma, no discurso de abertura de uma reunião do secretariado do Bureau Político do partido com quadros do aparelho central e do comité provincial de Luanda do MPLA, quando este se referia à vida interna da formação política.

“A disciplina, o rigor, o respeito, a ética nas relações de trabalho, a pontualidade, o combate à intriga, proliferação de informações falsas e divulgação de documentos ou conteúdos de decisões reservadas apenas à direção do partido, particularmente nas redes sociais, que, geralmente, mais do que atingir pessoas tendencialmente visadas, prejudica o MPLA”, referiu o dirigente, quando citava os pressupostos a merecerem maior atenção do partido.

Paulo Cassoma considerou ainda importante a coesão no seio do partido, para que possa reforçar a sua unidade de ação e de pensamento, para o cumprimento dos seus objetivos estratégicos.

“É imperativo fortalecer e capacitar internamente o nosso partido, melhorando o nosso desempenho, a nossa postura, os métodos e o nosso ambiente interno de trabalho, para sermos verdadeiramente decisivos, enquanto mola impulsionadora que somos no desenvolvimento de Angola e dos processos de transformação que o país vive”, acrescentou Paulo Cassoma.

No final do encontro, o secretário para a Informação do Bureau Político do MPLA, Norberto Garcia, disse à imprensa que foi analisado o plano de comunicação do partido, que se propõe a um sistema comunicacional central à base, com o objetivo de informar “oportunamente” aos seus militantes de “tudo aquilo que se passa no seio do partido”.

“Estamos numa era em que as redes sociais estão numa velocidade inimaginável e nós entendemos que, por causa do facto de existir muita comunicação falsa, muita difamação, muita falta de responsabilidade até da parte de algumas pessoas, entendemos por bem criar um sistema comunicacional, que vá permitir, em primeira mão, as pessoas recorrerem aos nossos meios, para que a partir desses meios as pessoas possam ser informadas”, explicou Norberto Garcia.

Acrescentou que por via desse plano, vão também passar as suas mensagens à toda a sociedade em geral, “para que não exista dúvida alguma sobre o que o MPLA está a fazer”.

“O MPLA está cada vez mais aberto, cada vez mais democratizado, coeso, unido e é isso que nós queremos, levar a cabo um trabalho que o partido saia sempre com a verdade”, afirmou. (Diário de Notícias)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »