Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Secretário-geral do MPLA defende reorganização para as eleições autárquicas

O secretário-geral do MPLA, António Paulo Kassoma, defendeu hoje, segunda-feira, o reforço da capacidade organizacional e preparação das estruturas partidárias para as eleições autárquicas.

Paulo Kassoma discursava na abertura da primeira reunião do secretariado do Bureau Político com os quadros do aparelho central do partido e do comité provincial de Luanda, com o objectivo de capacitá-los e potenciá-los com orientações sobre as medidas e acções para este ano.

O encontro coincide com o anúncio nesta segunda-feira, em Benguela, do Presidente da República, João Lourenço, segundo o qual o país prepara-se para instaurar o poder autárquico antes de 2022.

Paulo Kassoma acredita que o combate político vai estar virado para o reforço da capacidade organizacional e preparação das estruturas intermédias e de base para as eleições autárquicas.

Considera fundamental adoptar uma abordagem clara e objectiva sobre a as eleições intercalares com os militares, amigos e simpatizantes para que estejamos em condições de mobilizar, motivar e fidelizar a sociedade e potenciar os eleitores em torno do MPLA.

Pede maior atenção a coesão partidária, para o reforço da unidade de acção e pensamento no cumprimentos dos objectivos estratégicos, superar as debilidades organizativas e a inoperância de algumas estruturas partidárias.

Falou também da necessidade do combate da excessiva burocratização na implementação das decisões e orientação emanadas superiormente, bem como pediu que se repense o papel do activista partidário no actual contexto.

Considerou essencial a promoção do movimento associativo, ao mesmo tempo que promete melhor valorização dos quadros e funcionários do partido e das suas organizações associadas, bem a avaliação e rentabilização do património da organização partidária.

Informou que a par remodelações efectivadas com a substituição de primeiros secretários em algumas províncias, a eleições de segundo secretários noutras para evitar a acumulação do cargo com a de deputado, a excepção de Luanda, O MPLA deverá nos próximos dias eleger nos próximos dias o responsável partidário na província do Bengo.

Falou de necessidade de implementação de um conjunto de acções que visam corresponder as exigências impostas pelo desenvolvimento político, económico e social do país.

Garantiu a mobilização apoios ao Executivo para implementação do plano nacional de desenvolvimento 2018/2022.

Quer ainda que se revitalize e se robusteça o processo de auto-financiamento do partido e a aplicação do sistema de modernização tecnológica.

O secretário-geral do MPLA considera imperativo fortalecer e capacitar o partido, melhorar o desempenho e ambiente de trabalho como mola impulsionadora do desenvolvimento de Angola e dos processos de transformação do país. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »