Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Coreia do Norte celebra de forma discreta 76.º aniversário do ex-líder

A Coreia do Norte comemora hoje o 76.º aniversário do nascimento do ex-líder Kim Jong-il, uma das maiores festividades do país, que se celebra nesta ocasião de forma discreta e em pleno “degelo político” entre Pyongyang e Seul.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, filho de Kim Jong-il, visitou à meia-noite o Palácio do Sol de Kumsusan, na capital Pyongyang, como é tradição nesta efeméride, e colocou uma coroa de flores junto aos corpos embalsamados do pai e do avô, Kim Il-sung, fundador do país e da dinastia em 1948, informou a agência estatal KCNA.

Kim Jong-un, que se encontrava acompanhado de altas figuras do Partido dos Trabalhadores, mas não de militares, rendeu uma “profunda homenagem” a Kim Jong-il.

Kim Jong-il, conhecido por “querido líder”, governou a Coreia do Norte com mão de ferro durante 17 anos, desde 1994 até à sua morte, em 2011, altura em que o jovem Kim Jong-un assumiu o poder.

O Ministério da Unificação sul-coreano assinalou que o país vizinho optou por fazer uma celebração modesta desta importante data, situação que contrasta com a do ano passado.

Em 2017, o chamado “Kwangmyongsongjol” (Dia da Estrela Brilhante) marcou o 75.º aniversário de Kim Jong-il, comemorado com um festival de flores em Pyongyang, um grande baile na praça que tem o nome do ex-líder norte-coreano e um espetáculo de fogo-de-artifício.

Ainda o ano passado, o regime de Kim Jong-un prolongou as celebrações até dia 17, poucos dias depois do assassinato do irmão do atual líder e num momento de grande tensão com a comunidade internacional devido ao lançamento de um míssil balístico, o que teve condenação unânime por parte do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Agora, a comemoração ocorre num ambiente de aproximação entre as coreias, devido à participação de Pyongyang nos Jogos Olímpicos de Inverno na Coreia do Sul.

Esta participação permitiu uma visita história ao país vizinho de Kim Yo-Jong, irmã do líder norte-coreano, que integrou a delegação de alto nível que se reuniu em Seul com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

No encontro, no passado fim-de-semana, a irmã de Kim Jong-un convidou o Presidente sul-coreano a participar numa cimeira em Pyongyang.

A acontecer, o encontro será o terceiro do género, depois de o pai do atual líder norte-coreano, Kim Jong-un, se ter reunido com os sul-coreanos Kim DAe-jung e Roh Moo-Hyun, em 2000 e 2007. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »