Portal de Angola
Informação ao minuto

Governador inteira-se do funcionamento do centro de multiplicação genética

Ministro da Assistência e Reinserção Social, João Baptista Kussumua (Foto: Angop/Arquivo)

O governador do Huambo, João Baptista Kussumua, visitou hoje o Centro de Multiplicação Genética e Melhoramento Animal, localizado na comuna da Calenga, município do Caála, para inteirar-se do seu funcionamento, traduzido em ensaios de inseminação artificial, transferência de embrião e fertilização in-vitro ao gado bovino.

O director-geral da instituição, Alcino Manuel Nunda Sayengue, explicou, na ocasião, que o processo de transferência de embrião consiste na super-ovulação de uma vaca doadora e na sincronização de uma outra, através da criação de um protocolo de sincronização do ciclo-extral na vaca.

Através deste processo, segundo informou, será possível um boi atingir o peso de 350 quilogramas em dois anos, o que actualmente dificilmente ocorre.

Alcino Manuel Sayengue informou que a base alimentar do gado bovino, resultante da inseminação artificial, é o pasto natural, suplemento feno-silagem, silagem e ração.

Estão envolvidos no centro de ensaios de inseminação artificial sete especialistas em medicina veterinária, formados na República Federativa do Brasil, com a missão de garantir a sanidade animal, melhoramento genético, produção de alimento e nutrição animal.

A instituição conta com a parceria institutos de Investigação Veterinária (IIV) e dos Serviços de Veterinária (ISV), bem como as universidades Agostinho Neto (UAN) e José Eduardo dos Santos (UJES), tendo em conta a necessidade de se alavancar o desenvolvimento da pecuária no país.

Após receber explicações do funcionamento do centro, cuja finalidade é aumentar a capacidade de produção de carne no país, o governador deslocou-se ao centro tecnologia agro-alimentar, também localizado na comuna da Calenga.

Em declarações à imprensa, no final, João Baptista Kussumua disse que o centro de multiplicação genética e melhoramento Animal reveste-se de grande importância, quer do ponto de vista científico, quer do ponto de vista de reprodução de gado com boa qualidade, na base de técnicas de inseminação e de cruzamento.

Sublinhou que o facto da instituição estar próxima do centro de tecnologia agro-alimentar, destinado ao processamento de frutas e outros produtos agrícolas vai facilitar o governo instalar a rede de distribuição de energia eléctrica aos dois empreendimentos.

Também afirmou que o reforço da capacidade de produção permite, não apenas a segurança alimentar, mas, também, a inserção dos técnicos formados no Instituto de Médio Agrícola.

Antes de regressar à cidade do Huambo, o governador esteve no Instituto Médio Agrário, para inteirar-se das condições de formação, onde, no presente ano lectivo, estão matriculados 957 alunos nos cursos de produção animal, agro-alimentar, gestão agrícola, produção vegetal e outro básico de mecanização agrícola. (Angop)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »