Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Activistas de luta contra VIH/SIDA do Moxico terminam formação

Vinte e cinco activistas, que vão executar o projecto “Celebrando a Vida”, de luta contra o VIH/SIDA nas comunidades, terminaram, sábado, na cidade do Luena, província do Moxico, uma acção formativa, promovida pela Organização Não Governamental (ONG) “Iniciativa Regional de Apoio Psicossocial (REPSSI).

O projecto, financiado pelo Fundo Global e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), será implementado em seis meses, a partir de Fevereiro, pela ONG Africare.

Falando à impressa, após o acto de encerramento do curso, o representante da Africare ao encontro, Elias Alfredo, disse que o passo seguinte será mobilizar e dialogar com as pessoas da comunidade sobre os perigos da doença, acção que inicia dentro de cinco dias.

A mobilização, explicou, visa reforçar a educação sobre o VIH/Sida, principalmente os métodos de protecção, contágio, entre outros assuntos.

Por sua vez, o coordenador do REPSSI, António Jerónimo, lamentou o facto de ainda existir muita resistência da população das comunidades em procurar os serviços de aconselhamento, testagem e acompanhamento do doente com VIH/SIDA, por falta de informação.

Já o representante da Rede Angolana das Organizações e Serviços de Sida (ANASO), David José, reconheceu que o projecto é uma mais-valia, por dar continuidade aos trabalhos de prevenção e sensibilização das pessoas sobre a enfermidade.

Durante cinco dias, os participantes ao seminário abordaram temas como a facilitação e simulação de conversas comunitárias, planificação dos trabalhos de campo, acompanhamento pós-formação e instrumentos de monitoria e seguimento.

Moxico detém quatro porcento seroprevalência, a terceira a nível do país, infectando 30 mil e 342 pessoas (4 porcento), dos 758.568 habitantes da região, segundo dados do Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS) 2015/2016, divulgados em 2017.

Pelo menos 6,1 porcento das mulheres da província do Moxico vivem com o VIH/Sida contra 1,3 porcento de homens. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »