Sem dar explicações, Nasa substitui astronauta negra em missão

A Nasa substituiu em cima da hora e sem dar explicações a astronauta Jeanette Epps, que teria se convertido na primeira pessoa negra a participar em uma missão de longa duração na Estação Espacial Internacional (ISS).

Engenheira aeroespacial e astronauta da Nasa desde 2011, Epps, de 47 anos, deveria se integrar à ISS em junho a bordo da nave russa Soyouz, para ser parte da expedição 56/57. Ela foi seleccionada para esta missão em Janeiro de 2017.

Epps ficaria 143 dias no espaço, o maior tempo em órbita para um astronauta negro, embora seis já tenham estado na ISS.

A agência disse em um comunicado que Epps será substituída por Serena Aunon-Chancellor, que inicialmente deveria se integrar em Novembro à estação internacional para fazer parte da expedição 58/59.

Epps se reintegrará à agência de astronautas no Centro Espacial Johnson de Houston, no Texas, e “será considerada para futuras missões” espaciais, acrescentou a Nasa sem dar mais detalhes.

“São levados em conta um bom número de factores para seleccionar os astronautas para as missões e essas decisões obedecem a assuntos pessoais sobre os quais a Nasa no fornece informação”, se limitou a dizer o porta-voz da agência, Brandi Dean, à AFP.

Não é a primeira vez que a Nasa substitui astronautas indicados para uma missão, e na maioria das vezes isso acontece por motivos médicos. (Afp)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »