Reabilitação da barragem de Cunje I inicia este ano

As obras de reabilitação da barragem hidroléctrica sobre o rio Cunje I, paralisadas a três anos, por razões de financeiras, serão retomadas no decurso deste ano, segundo promessa feita nesta sexta-feira pelo ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

Ao falar à imprensa local, no quadro da sua visita de dois dias à província do Bié, pontualizou que depois de concluídas as obras, a barragem terá uma capacidade para produzir 10 megawatt e fornecerá energia eléctrica às vilas e arredores dos municípios de Camacupa e Catabola, 52 quilómetros a leste do Cuito.

O investimento vai permitir o surgimento de pequenas indústrias nas circunscrições e consequentemente incentivar a produção agrícola e abrangerá a construção de redes de média e baixa tensão e de iluminação pública de Camacupa.

O investimento está avaliado em 12 milhões de euros, através do banco mundial.

A barragem hidroeléctrica do Cunje I foi destruída durante o conflito armado que o país viveu. Fornecia, até 1992, energia eléctrica aos municípios de Catabola, Camacupa e Cuito.
O município de Camacupa consome 1,2 megawatts de energia eléctrica produzida por um grupo gerador.

Além desta barragem, o ministro informou estar em curso o projecto de uma linha de alta tensão de 400 kilovolt, que parte de Laúca (Malanje), para fornecer energia às províncias do Bie e Huambo. A construção da linha está aprazada para Setembro próximo. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »