Bispo reformado enaltece acção social dos fiéis metodistas

O bispo reformado Emílio de Carvalho enalteceu, domingo, a acção social dos metodistas como cristãos unidos mutuamente no cumprimento das tarefas que afectam a igreja e a sociedade.

Falando durante o culto ecuménico que marcou o acto de encerramento da Conferência Anual do Oeste de Angola, realizada sob o lema “Metodistas ao Serviço de Cristo, Somos Conexionais (S.João 17:18-26)”, o prelado lembrou que a igreja deseja unidade de todos os seres humanos na base de uma justiça compartilhada que permitirá o desenvolvimento de uma sociedade mais humana e fraterna.

Sendo a conexão uma parte importante para igreja Metodista Unida, o pregador disse que se deve cada vez mais cuidar do sentido vocacional nas comunidades.

Emílio de Carvalho defendeu, por outro lado, ser necessário que os fiéis tenham uma fé inspiradora dos valores e uma conversão de vida concreta nas famílias, com base na vida espiritual e na questão social através de aconselhamentos.

“A comunhão de ideias e de práticas tem sido o lema nas nossas igrejas locais, assim como a doutrina através do livro de disciplina da nossa igreja a nível global”, enfatizou.

Referiu que o livro de disciplina é um documento que permanece e apresenta as características essenciais para o bom andamento do trabalho religioso no geral.

Por outro lado, salientou que a política institucional é uma missão comum que reflecte o carácter inclusivo da igreja Metodista Unida e da sociedade.

A conferência, orientada pelo bispo Gaspar João Domingos, teve entre as recomendações a reestruturação da conferência anual do Oeste de Angola por via do desdobramento de distritos, cargos pastorais, igrejas e classes, de forma a responder a preocupação dos delegados à Conferência Central de África.

A sessão de encerramento da actividade foi marcada neste domingo pela realização de um culto solene decorrido na Cidadela Desportiva sob presidência do bispo Gaspar João Domingos, coadjuvado pelo bispo reformado, Emílio de Carvalho, e presenciado pela Ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, e mais de mil fiéis metodistas, membros dos governo e convidados.

Durante o culto foram igualmente ordenados Diáconos e Presbíteros.

A 33ª Conferência Anual do Oeste de Angola reuniu durante cinco dias mais de 700 fiéis oriundos das províncias de Luanda, Bengo, Cuanza Sul, Cuanza Norte, Uíge, Namibe, Benguela, Huíla, Huambo e Cunene, que integram a região Oeste da Igreja Metodista Unida de Angola. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »