Benguela: Sobas pedem aumento de efectivos policiais na Ganda

Sobas e séculos pediram sexta-feira, no município da Ganda, província de Benguela, o aumento de efectivos da polícia nacional para garantir a ordem, segurança e tranquilidade pública das populações locais.

Durante um encontro mantido com o comandante provincial da Polícia Nacional em Benguela, comissário Elias Dumbo Livulo, os sobas da Ganda, pediram também reforço em meios de transporte para facilitar a deslocação e o sucesso da actividade operativa da corporação na circunscrição.

Segundo as autoridades tradicionais, com quatro comunas Babaera, Ebanga, Casseque e Chikuma, o município da Ganda é bastante extenso, cujas comunidades tem enfrentado assaltos e roubo doméstico protagonizados por meliantes.

Manifestaram-se ainda preocupados pelo facto de alguns autores de crimes de furto doméstico, sobretudo jovens e adolescentes menores de 16 anos, serem libertos pela polícia 24 horas após suas detenções.

Na ocasião, o comissário Elias Livulo considerou a preocupação apresentada como geral, devendo aguardar nos próximos tempos o aumento deste efectivo, visto que o pouco contingente que existe tem inteligência suficiente para poder trabalhar e alcançar sucessos na sua actividade.

Defendeu maior colaboração dos sobas e da sociedade na denúncia de casos criminais para sucesso da actividade policial, cuja informação é fundamental para o pleno exercício da corporação, uma vez que estes são nas suas comunidades, bairros e aldeias melhores conhecedores da situação criminal.

O comandante explicou que, na obediência a lei os menores idade que cometem crimes devem ser postos em liberdade, devendo-se trabalhar seriamente com pais e encarregados de educação para evitar que venham a praticar tais actos criminais.

O responsável exortou as instituições públicas e privadas, igrejas, entre outros, a trabalharem para melhoria do crescimento da juventude, para não se envolverem em más práticas.

O comissário Elias Livulo que esteve na Ganda, onde avaliou o estado funcional e operativo de todos órgãos dependentes do Ministério do Interior na província, logo a sua chegada manteve um breve encontro de cortesia com administrador adjunto local, Bartolomeu Dumbo, que informou sobre a real situação sócio-política, económica e social da região.

Durante sua estada reuniu com forças policiais em parada e membros do grupo operativo do comando municipal, onde foi apresentado o boletim da situação operativa das últimas 24 horas e relatório síntese da segurança pública na região.

Visitou ainda as instalações do actual comando municipal (sede), serviços de investigação criminal, prisionais e terreno para construção do futuro comando da cooperação na Ganda. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »